Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Reforço se diz "em casa" ao rever velhos conhecidos em Cotia

Tossiro Neto Cotia (SP)

O São Paulo será a casa de Wallyson até o fim de 2013. O atacante de 24 anos disse neste sábado, em sua apresentação oficial, que já se sente ambientado ao novo clube, onde reencontrou velhos conhecidos, como Ney Franco, seu treinador no Atlético-PR em 2008.

"Já trabalhei com ele. É uma pessoa sempre aberta com seus jogadores, ele sempre conversa e dá conselho aos mais novos. Com certeza, vai me ajudar muito aqui", disse o ex-cruzeirense, que reviu ainda outros amigos ao se integrar à pré-temporada em Cotia.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Reforço são-paulino foi apresentado neste sábado
"Joguei com o Rhodolfo no Atlético-PR e com o Fabrício no Cruzeiro. São pessoas com quem venho conversando bastante para que possam me ajudar. Estou em casa, conheço todo mundo. É só trabalhar forte para estar pronto para jogar", observou.

Sem atuar desde setembro e tendo operado dois meses depois para retirar uma placa e sete parafusos do tornozelo esquerdo, Wallyson ainda não sabe quando voltará a campo. Na sexta-feira, ele iniciou os trabalhos com o departamento de fisioterapia, com a expectativa de fazer treinos físicos na próxima semana.

Assim, ele não tem condições de participar da estreia do São Paulo na temporada, marcada para 19 de janeiro, contra o Mirassol, em jogo da primeira rodada do Campeonato Paulista, no Morumbi.

Além dele, foram contratados outros três reforços para este ano: o zagueiro Lúcio e os atacantes Aloísio e Negueba, o qual lesionou o joelho direito no segundo dia de treinos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade