Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Sem preparo ideal para estreia, Fabrício faz treino físico separado

Tossiro Neto Cotia (SP)

Apesar de animado pela recuperação completa do joelho esquerdo, Fabrício ainda vai demorar um pouco mais para reestrear pelo São Paulo. Sem preparo físico ideal, o volante, que no sábado sentiu indisposição estomacal, não participou de treino com bola na manhã desta segunda-feira, limitando-se a um trabalho físico específico no campo principal do CT de Cotia.

O técnico Ney Franco já antecipou que ele não deverá estar apto a atuar em 19 de janeiro, na primeira partida da temporada, contra o Mirassol, pelo Campeonato Paulista, no Morumbi. A intenção da comissão técnica é dar a ele o mesmo cuidado oferecido ao também volante Wellington, que no ano passado voltou aos poucos após cirurgia no joelho direito.

"Mas também queremos encurtar com muito trabalho esse tempo de volta dele. Ele passou pelo processo de fisioterapia e agora está entregue ao trabalho físico. Daqui a pouco começa o trabalho com bola", disse o treinador são-paulino.

Nesta segunda-feira, Fabrício fez um trabalho de transição sob orientação do preparador físico José Mário Campeiz, já fazendo exercícios com bola, principalmente saltos e cabeceios. Depois, sentou-se no banco de reservas para acompanhar a parte final do treinamento dos companheiros, o qual pode passar a integrar a partir do fim de semana.

Ao site oficial do São Paulo, o volante disse na semana passada que ainda se considera novato no elenco por ter passado a maior parte de seu primeiro ano na fisioterapia em virtude das recorrentes lesões. Nesse período, ele disputou somente quatro partidas com a camisa tricolor, mas sempre recebeu muito apoio.

"Desde o presidente até o funcionário mais simples. Quando saio nas ruas é a mesma coisa, com o torcedor me incentivando e dizendo que conta com o meu retorno. São coisas simples, mas que representam muito pra mim. Isso me motiva demais, me anima a buscar meu espaço. Até mesmo para apagar as críticas de alguns que dizem que estou bichado", falou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade