Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Teste com três zagueiros deixa Lúcio em dúvida sobre tática tricolor

Tossiro Neto Cotia (SP)

Após sair perdendo para o Red Bull na manhã desta quarta-feira, o São Paulo voltou ao segundo tempo do jogo-treino com três zagueiros, em uma formação que não havia sido ensaiada em nenhum momento da pré-temporada, em Cotia. O teste levantou dúvida a respeito do esquema do técnico Ney Franco, que já parecia convicto em atuar com dois zagueiros e um losango no meio-campo.

"Treinamento é para isso, para testar formas de jogar, com três zagueiros, dois zagueiros. Todos vão tentar se adaptar o mais rápido possível. Até porque, em jogos oficiais, isso pode acontecer", opinou Lúcio, que jogou aberto pela direita, tendo a companhia de Rafael Toloi, centralizado, e Rhodolfo, na esquerda.

No desenho anterior, em losango, a retaguarda fica mais fragilizada por, além de ter só dois zagueiros (Lúcio e Rhodolfo), contar com só um volante de marcação à sua frente (Wellington).

"Fica um pouco mais aberto, sim, mas com outro objetivo, que é tentar sair mais rapidamente para o ataque. Ainda temos alguns dias até a estreia e até os jogos da pré-Libertadores. Com certeza, teremos tempo para analisar e buscar a melhor solução tática", comentou o defensor de 34 anos.

Em fase final de preparação, o elenco tem só mais dois dias de treinos antes da primeira rodada do Campeonato Paulista, marcada para sábado à tarde, contra o Mirassol, no Morumbi.

"A formação vai depender da forma como o treinador vai encarar isso, da forma como a equipe adversária vai se postar em campo. Estamos preparando essas mudanças táticas. A decisão é sempre do treinador, e a gente vai procurar se adaptar da melhor forma possível à decisão que ele tomar", ponderou o novo xerife tricolor.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade