Futebol/Seleção Brasileira - ( - Atualizado )

Felipão cita evolução de Júlio César e quer estrelas jogando futebol

Rio de Janeiro (RJ)

A contratação de Luiz Felipe Scolari para o comando técnico da Seleção Brasileira tinha um propósito. Ao contrário da opção de Mano Menezes em insistir apenas em sua jovem base, o treinador pentacampeão do mundo já havia externado o desejo de contar com jogadores veteranos e colocou a sua estratégia em prática nesta terça-feira. Com Júlio César e Ronaldinho Gaúcho, o comandante quer mesclar experiência com juventude para fazer o seu time, enfim, jogar o futebol que o torcedor espera.

Júlio César foi contratado pelo Queens Park Rangers para ser titular da meta londrina nesta temporada. O goleiro garantiu a camisa 1 depois de ocupar o banco de reservas em algumas partidas e briga para tirar a sua equipe da última colocação do Campeonato Inglês. E de acordo com as análises de Felipão, o rendimento obtido nesta Premier League foi decisivo para o seu retorno ao grupo canarinho.

“Nós fomos discutindo com a comissão técnica e um dos assuntos abordados foi a situação do Júlio César. Perguntei algumas coisas para ele e disse que eu estaria observando o seu desenvolvimento nos jogos seguintes. Ele vem se portando muito bem e jogando muito bem. Pela sua experiência e por tudo que pode fazer no seu clube, ele irá receber uma nova oportunidade. Depois nós veremos o desenvolvimento dele durante o jogo e a concentração para ver como ele se porta”, comentou Felipão.

AFP
Luiz Felipe Scolari cobrará responsabilidade de Ronaldinho Gaúcho e Neymar na Seleção Brasileira
O treinador também não escondeu o desejo de ver Ronaldinho Gaúcho e Neymar assumindo o protagonismo de sua Seleção já no amistoso de 6 de fevereiro, contra a Inglaterra, em Wembley. Confiante de que a dupla conseguirá mostrar o mesmo futebol que a consagrou na última temporada nacional, o técnico exigiu responsabilidade de ambos para que o time possa evoluir antes de a Copa das Confederações ter início.

“Eu quero o que todos querem deles. Eu quero que eles joguem o futebol que sabem jogar, porque melhores do que eles são poucos. O Ronaldinho e o Neymar são craques na acepção da palavra e eu espero que eles tenham o comportamento e as atitudes que são exigidas para qualquer um que veste a camisa da Seleção. Espero que eles sejam responsáveis e que se comportem dessa maneira na minha equipe”, completou o treinador.

Neymar e Ronaldinho embarcarão para a Inglaterra em 3 de fevereiro e se apresentarão ao comandante no dia 4. Os dois atletas são cotados para iniciar o amistoso com a Inglaterra como titulares e deverão ser informados de suas posições no treino que será realizado na véspera do amistoso. Embora a estrela santista tenha sido presença constante nas listas de Mano Menezes, o meia do Atlético-MG não defende a Seleção desde 27 de setembro de 2011, quando o time jogou a primeira edição do Superclássico das Américas.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade