Tênis/Bastidores - ( - Atualizado )

Depois de título, Murray afirma estar mais tranquilo para Grand Slam

Melbourne (Austrália)

A temporada 2012 foi a melhor da carreira do britânico Andy Murray, que entra no Aberto da Austrália como número três do mundo. O tenista afirmou que se sente menos pressionado e mais tranquilo para começar o Grand Slam em Melbourne, depois de ter conquistado o primeiro título desde nível no ano passado, nos Estados Unidos.

“Eu me sentia como se tivesse sempre que provar alguma coisa toda vez que entrava em quadra porque não tinha vencido um Slam ainda. Quando você vence um Masters, as pessoas perguntam sempre sobre os Slam. É muito bom não ter mais esse tipo de coisa para se preocupar”, explicou Murray.

A conquista do Aberto dos Estados Unidos, que tirou um peso de suas costas, não foi a única que marcou o sucesso da temporada 2012. Murray também foi surpresa ao ser medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres.

AFP
Depois de conquista seu primeiro Grand Slam em 2012, Murray sente pressão por título diminuir

“O ano passado foi com certeza o melhor da minha carreira dentro de quadra. Fiz minha primeira final em Wimbledon, venci as Olimpíadas e depois veio meu primeiro Grand Slam”, destacou o escocês.

O tenista número três do mundo também revelou que soube tirar proveito da derrota para o sérvio Novak Djokovic no torneio passado, quando perdeu nas semifinais para o jogador que depois de consagraria campeão. “Eu aprendi muito depois da semifinal do ano passado. Senti que havia jogado bem e que poderia tirar alguma coisa. Superei aquela derrota mais rápido do que as outras que vieram antes”, contou.

Andy Murray estreia no Aberto da Austrália contra o holandês Robin Haase. O britânico pode ter um confronto com um tenista do top dez nas quartas de final, onde tem chances de enfrentar o argentino Juan Martin del Potro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade