Tênis/Aberto da Austrália - ( - Atualizado )

Djoko lembra início da rivalidade com Murray: Era pálido e cabeludo

Melbourne (Austrália)

Nascidos em maio de 1987, o sérvio Novak Djokovic e o escocês Andy Murray se enfrentam desde a infância. Na véspera de decidir o Aberto da Austrália com o tradicional adversário, o atual número 1 do mundo lembrou o começo da rivalidade de forma bem-humorada.

“Lembro que ele tinha muito cabelo, muito cabelo encaracolado. Ele também era um pouco pálido”, disse Djokovic, rindo. “Com os anos treinando em Barcelona, acho que tomou mais sol. Está mais bronzeado agora do que quando era juvenil”, completou o sérvio.

Atual líder do ranking mundial, Djokovic travou uma rivalidade acirrada com o suíço Roger Federer e o espanhol Rafael Nadal nos últimos anos. Com Andy Murray, seu velho adversário, no entanto, a disputa tem um clima diferente, revela o tenista sérvio.

“Acho que é especial porque temos a mesma idade. Há apenas uma semana de diferença entre nós e nos conhecemos desde que tínhamos 11 ou 12 anos de idade. Acho que isso acrescenta alguma coisa muito especial á nossa rivalidade”, declarou Djokovic.

Rapidamente, os dois garotos que costumavam duelar nas categorias inferiores transferiram a rivalidade para os principais torneios do mundo. Em 17 confrontos disputados desde a temporada de 2006, Djokovic contabiliza 10 vitórias, as duas últimas de forma consecutiva.

AFP
Adversários desde a infância, tenistas Novak Djokovic (foto) e Andy Murray decidirão o título do Aberto da Austrália
“Estávamos apenas tentando jogar tênis. Quando nos desenvolvemos, evoluímos como atletas e como pessoas. É legal ver alguém com quem você cresceu se dando tão bem. Nossa geração está indo muito bem”, disse Djokovic, lembrando que o jogador argentino Lionel Messi e o piloto alemão Sebastian Vettel também nasceram em 1987. “É um ano muito bom”, disse.

Derrotado por Andy Murray na final da edição de 2012 do Aberto dos Estados Unidos, Novak Djokovic tentará dar o troco na manhã deste domingo. Caso consiga, o sérvio será o primeiro tenista a ganhar três títulos consecutivos em Melbourne na Era Aberta.

“Gosto das condições daqui, especialmente da quadra Rod Laver. É meu Grand Slam de maior sucesso. Estar na final pela terceira vez consecutiva é um feito incrível e tenho muito orgulho disso. Ganhar o primeiro grande troféu da temporada é o começo que todos querem’, declarou Djokovic, que também conquistou a edição de 2008 do Aberto da Austrália.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade