Tênis/Aberto da Austrália - ( - Atualizado )

Djokovic ataca Armstrong: “É uma vergonha para o esporte”

Melbourne (Austrália)

O sérvio Novak Djokovic fez duros ataques a Lance Armstrong após o ciclista admitir que fez uso de substâncias proibidas para ganhar desempenho durante sua carreira. O líder do ranking mundial de tênis disse ter se sentido enganado pelas mentiras proferidas pelo norte-americano em sua trajetória no esporte.

Sete vezes vencedor da Volta da França, Armstrong admitiu o doping em entrevista à apresentadora norte-americana Oprah Winfrey, na noite de quinta-feira. Ele perdeu seus títulos e foi banido do esporte em 2012, quando a Agência Americana Antidoping (Usada) o considerou culpado pelo uso de drogas de aumento de desempenho. Sem exames que atestaram positivo, a entidade se baseou em investigações, documentos e depoimentos de ex-ciclistas para chegar ao veredito.

“Seria ridículo ele negar já que existiam muitas provas. É uma vergonha para o esporte ter um atleta como ele. Ele enganou o esporte e milhares de pessoas em todo o mundo com sua carreira e história de vida, e deveria sofrer por suas mentiras durante esse tempo”, afirmou o sérvio.

Tricampeão do Aberto dos Estados Unidos, Djokovic garantiu que o tênis é um esporte em que há pouca influência de doping e reforçou o pedido por mais testes durante toda a temporada. Estrelas como Roger Federer e Andy Murray também já se pronunciaram pedindo mais exames em atletas da modalidade.

“Estamos tentando proteger esse esporte. Acho que os tenistas são alguns dos atletas mais limpos do mundo esportivo em uma das modalidades mais competitivas. Não tenho nada contra me testarem 20 ou 30 vezes por ano”, esclareceu o tenista sérvio.

AFP
Fã de ciclismo, o sérvio Novak Djokovic atacou Lance Armstrong pelo uso de doping na carreira

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade