Tênis/Aberto da Austrália - ( - Atualizado )

Federer admite Murray melhor em duelo de semifinal na Austrália

Melbourne (Austrália)

O suíço Roger Federer foi eliminado na semifinal do Aberto da Austrália, nesta sexta-feira, após um duro duelo com o britânico Andy Murray. Cabeça de chave 2 e tetracampeão em Melbourne, ele admitiu que seu adversário esteve melhor em quadra durante o duelo.

Murray, que pela primeira vez derrotou o suíço em um torneio de Grand Slam, venceu por 3 sets a 2, com parciais de 6/4, 6/7 (5-7), 6/3, 6/7 (2-7) e 6/2, em 4h de duelo, e avançou a sua terceira decisão seguida de um dos quatro maiores torneios do circuito profissional.

“De forma geral, acho que Andy esteve melhor do que eu esta noite. Tive que me acertar no começo do jogo e também ajustar o jeito que eu estava jogando. Ele fez um bom trabalho, mas eu esperava ter ido um pouco melhor. Mesmo assim estu satisfeito com o torneio, joguei um bom tênis”, afirmou Federer.

O tenista suíço reconheceu que a agressividade apresentada por Murray no duelo foi importante para que o tenista britânico conquistasse seis quebras de serviço e só tivesse seu saque perdido duas vezes, ambas no quarto set em um momento de oscilação.

Federer também acredita que a condição física tenha feito pequena diferença no duelo. Murray venceu todos seus jogos anteriores em Melbourne em sets diretos. Já o suíço precisou passar por uma maratona contra Jo-Wilfried Tsonga nas quartas de final.

“Não é uma desculpa para mim, não posso dizer que perdi por causa disso. Mas obviamente queria ter chegado como Andy. Ele me derrotou de forma justa, sem lamentações para mim”, avaliou.

AFP
Federer viu Murray jogar de forma agressiva e dominar parte do duelo de semifinal

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade