Tênis/Aberto de São Paulo - ( - Atualizado )

Feijão e Rogerinho vencem e duelam na semi do Aberto de São Paulo

São Paulo (SP)

O Brasil tem um representante garantido na decisão do Aberto de São Paulo. Nesta sexta-feira, Rogério Dutra e João “Feijão” Souza venceram suas partidas diante de Martin Alund e Julio Cesar Campozano e avançaram à semifinal, onde duelam por vaga na luta pelo título do Challenger paulista.

Voltando a apresentar bom ritmo de jogo, Feijão precisou de dois sets para bater o argentino Martin Alund, em duplo 6/4. Sem perder nenhum set no Aberto, o número 144 do mundo repete o seu melhor desempenho na competição e volta à semifinal após quatro anos.

"Consegui jogar bem e aproveitar as oportunidades que tive ao longo do jogo. Tive momentos complicados, dois games difíceis e longos no segundo set, mas salvei os breaks", analisa Feijão.

Assim como o compatriota, Rogerinho também precisou de apenas dois sets para garantir a vaga na semi. Em parciais de 6/4 e 6/1, o número 126 do ranking mundial eliminou o colombiano Julio Cesar Campozano e repete a ida à semifinal da última edição do torneio, tentando agora a sua primeira decisão no Challenger.

"Joguei bem. Mantive o foco, porque sabia que seria um jogo difícil. A partida foi ficando mais para mim, mesmo quando perdi o saque no final do primeiro set não fiquei nervoso", exalta Rogerinho.

Outro brasileiro nas quartas-de-final, Thiago Alves não teve a mesma sorte dos companheiros e acabou eliminado pelo português Gastão Elias. Disputada em 1h24, a partida foi outra decidida em dois sets, com 6/4 e 6/3 favoráveis ao luso.

Elias aguarda agora a definição do confronto argentino entre o cabeça-de-chave número 1, Horacio Zeballos, e Guido Andreozzi, oitavo favorito ao título, para saber quem enfrenta na luta por vaga na decisão do torneio.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade