Tênis/Aberto da Austrália - ( - Atualizado )

Irmãos Bryan vencem holandeses e batem recorde de títulos de Slam

Melbourne (Austrália)

Os gêmeos norte-americanos Mike e Bob Bryan venceram os holandeses Robin Haase e Igor Sijsling por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/4, na final do Aberto da Austrália, disputada na manhã deste sábado. Desta forma, eles somam 13 títulos de Grand Slam, um recorde entre os duplistas.

Os irmãos norte-americanos são hexacampeões na Austrália (2013, 2011, 2010, 2009, 2007 e 2006) e tetra nos Estados Unidos (2012, 2010, 2008 e 2005). A dupla ainda tem dois títulos de Wimbledon (2011 e 2006) e um de Roland Garros (2003). Assim, superam os australianos John Newcombe and Tony Roche, que ganharam 12 Slams.

“É muito bom ter esse recorde. Ser parte da história é muito especial. Não estávamos pensando muito nisso, mas agora que conseguimos, vai ser divertido olhar para trás na nossa carreira e dizer que temos o maior número de Grand Slams. É uma grande marca, então estamos muito contentes”, disse Mike Bryan.

Neste sábado, os irmãos norte-americanos disputaram a 23ª final de Grand Slam, mais um recorde na Era Aberta. Eles decidiram o título em Melbourne pela nona vez nos últimos 10 anos. Apenas os australianos John Bromwich e Adrian Quist, com oito taças, têm mais conquistas na chave de duplas do torneio.

AFP
Com gesto característico, irmãos norte-americanos Mike e Bob Bryan comemoram o 13º título de Grand Slam
Com o título e os recordes no primeiro Grand Slam da temporada, Mike e Bob Bryan chegarão embalados para enfrentar o Brasil no Grupo Mundial da Copa Davis. No próximo dia 2 de fevereiro, os norte-americanos encaram Marcelo Melo e Bruno Soares, em uma quadra dura coberta na cidade de Jacksonville.

 

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade