Tênis/ATP 250 de Brisbane - ( - Atualizado )

Nishikori abandona e Murray enfrenta Dimitrov na decisão de Brisbane

Brisbane (Austrália)

Sem completar dois sets, o britânico Andy Murray garantiu vaga na final do ATP 250 de Brisbane, na Austrália. Neste sábado, o número três do mundo e principal cabeça-de-chave do torneio contou com a desistência do japonês Kei Nishikori devido a lesão no joelho esquerdo e avançou à decisão da competição. Até então, Murray já havia aplicado 6/4 e vencia a segunda parcial por 2/0.

Nishikori sofreu a lesão um dia antes, quando venceu o ucraniano Alexandr Dolgopolov nas quartas-de-final. No começo da partida, o japonês pareceu não sentir a lesão, tanto que abriu 4/1 sobre o favorito ao título do torneio.

Após ver Murray ter reação surpreendente e vencer cinco games para fechar o primeiro set, porém, o número 19 do mundo resolveu desistir em 0/2 na segunda parcial a fim de evitar complicação na lesão e preservar-se para a disputa do Aberto da Austrália.

AFP
Com lesão, Nishikori decidiu abandonar a partida e classificou Murray (à dir.) para a decisão de Brisbane
Na decisão deste domingo, Murray irá encarar o jovem búlgaro Grigor Dimitrov, de 21 anos. Neste sábado, o número 48 do mundo fez partida equilibrada com o cipriota Marcos Baghdatis. Após vencer o primeiro set por 6/3, Dimitrov cedeu o empate com derrota por 7/5 na segunda parcial.

Sem quebras, o terceiro set foi decidido no tie-break, com vantagem de 7-5 para o russo, que disputa a sua primeira final na carreira, após três eliminações em semis na temporada passada.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade