Futebol/Bastidores - ( )

Reunião entre diretoria e empresário sela saída de Felipe do Vasco

Rio de Janeiro (RJ)

A novela envolvendo a permanência de Felipe em São Januário finalmente foi definida nesta terça-feira. Em reunião entre a diretoria do Vasco da Gama e o empresário experiente meia, ficou definido que o camisa 6 não é mais jogador do Gigante da Colina, restando apenas a definição de como o clube irá quitar suas dívidas com o atleta.

Diretor executivo vascaíno, René Simões foi acompanhado pelo diretor geral Cristiano Koehler em conversa definitiva com o empresário Reinaldo Pitta, que cuida da carreira de Felipe. Ao final do encontro, a saída do meio campista foi confirmada, deixando o jogador livre para procurar novo clube para 2013.

No final de 2012, René Simões deixou claro que não contaria com Felipe para esta temporada, mas foi desmentido em seguida pelo presidente Roberto Dinamite. Sem recuar, o dirigente publicou uma carta para explicar à torcida, favorável à permanência do meia, sua posição sobre o assunto, citando quebra de hierarquia e indisciplina.

Marcelo Sadio/vasco.com.br
Após passagens vitoriosas pelo Vasco, Felipe se junta a Fernando Prass, Juninho, Nilto e Alecsandro e deixa o clube
Revelado pelo Vasco nos anos 1990, Felipe participou das conquistas do Campeonato Brasileiro (1997 e 2000) e da Copa Libertadores da América (1998) ainda como lateral esquerdo, retornando a São Januário para faturar a Copa do Brasil de 2011 e o vice do Brasileirão do mesmo ano.

Com a saída concretizada, o Fluminense passa a ser o favorito para contar com o futebol do jogador de 35 anos. Essa seria a segunda passagem de Felipe pelo Tricolor das Laranjeiras, já que atuou por lá em 2005, após duas temporadas defendendo o Flamengo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade