Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Vasco bate Macaé de virada e assume liderança do Grupo A

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O Macaé saiu na frente, mas o Vasco conseguiu reagir e obteve uma convincente vitória, de virada, por 4 a 2, em partida disputada na noite desta quarta-feira, em São Januário, pela segunda rodada do Campeonato Carioca. Bernardo, Carlos Alberto, André Ribeiro e Dedé anotaram os gols dos donos da casa, e Michel e Anderson Costa fizeram para os visitantes.

A virada fez justiça ao time dirigido por Gaúcho, que mostrou personalidade para superar a desvantagem inicial e construir uma importante vitória.

O segundo triunfo consecutivo fez a equipe cruz-maltina assumir a liderança do Grupo A com seis pontos ganhos, enquanto o Macaé segue sem pontuar no Grupo B. Nesta quinta, Botafogo e Volta Redonda jogam pela segunda rodada e podem se igualar ao Cruz-maltino se vencerem. 

Na próxima rodada, o Vasco enfrentará o Resende, no Raulino de Oliveira. Já o Macaé receberá o Quissamã, no Moacyrzão. As duas partidas serão realizadas no sábado.

O jogo – O Macaé começou a partida com uma armação muito ofensiva, surpreendendo o Vasco, que encontrava dificuldades para segurar as investidas da equipe do norte fluminense. Logo aos cinco minutos, o time visitante teve grande chance de marcar com Jones, que recebeu livre na frente do goleiro Alessandro, mas concluiu para fora.

O lance assustou o Vasco que seguia com dificuldades de se arrumar em campo e não encontrava espaço. Éder Luis, isolado no ataque, pouco participava do jogo, enquanto Carlos Alberto era obrigado a recuar muito para tocar na bola.

A persistência do Macaé acabou premiada com 15 minutos. Depois de boa troca de passes, Michel recebeu na esquerda, se deslocou para o meio e chutou forte no canto direito de Alessandro.

Em desvantagem, o Vasco partiu para o ataque e chegou ao empate, aos 20 minutos. O lateral Abuda recebeu pela direita e cruzou na cabeça de Bernardo, que deslocou o goleiro Luís Henrique e decretou a igualdade no marcador.

Mais motivado depois que marcou o gol do empate, o Vasco passou a atuar com mais objetividade. Éder Luis, aberto pela esquerda, era o jogador responsável para levar o time ao ataque.

Apesar da pressão cruz-maltina, o Macaé continuava levando perigo ao gol de Alessandro. Aos 26 minutos, quase a equipe visitante desempatou, com a cabeçada de Ricardinho parando no travessão.

O desempate vascaíno desempatou cinco minutos depois. Carlos Alberto recebeu bom passe de Éder Luis, se livrou da marcação e bateu com categoria para colocar no ângulo esquerdo de Luís Henrique.

A subida de produção do Vasco fez o Macaé jogar de forma cautelosa e pouco se aventurar no ataque até o intervalo.

No segundo tempo, o Vasco voltou com maior ímpeto ofensivo para tentar decidir o jogo. Logo aos quatro minutos, Éder Luis foi lançado pela direita e cruzou rasteiro para a entrada de Carlos Alberto, mas a zaga salvou. Após a cobrança do escanteio, Éder Luis encontrou o zagueiro André Ribeiro, que dominou e bateu virando o corpo para marcar o terceiro gol da equipe de São Januário.

A boa vantagem fez a equipe comandada por Gaúcho se preocupar em administrar o resultado, tocando a bola para impedir a reação do adversário. Mas aos 33 minutos, o Macaé marcou o segundo gol. Anderson Costa cobrou pênalti, cometido por André Ribeiro, com categoria e motivou a equipe a tentar o empate.

Aos 46 minutos, porém, o Vasco respondeu na mesma moeda e fez o quarto gol de pênalti. Éder Luis foi derrubado na área quando tentava se livrar da marcação e Dedé definiu o placar com um chute rasteiro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade