Futebol/Mercado - ( )

Vitória apresenta David Braz e não fecha com Pedro Oldoni

Salvador (BA)

Com o desafio de se manter na Série A do Campeonato Brasileiro, o Vitória segue buscando reforços para a temporada. Nesta terça-feira, o zagueiro David Braz foi apresentado como novo jogador do clube. Em compensação, Pedro Oldoni, atacante que já havia sido confirmado como reforço e que também tinha apresentação prevista para esta terça, não assinou contrato e ficará no Rubro-Negro para se recuperar de uma lesão no joelho.

“Pedro Oldoni não foi contratado pelo Vitória. Ele solicitou, através dos detentores dos seus direitos, para fazer uma recuperação da operação que fez no joelho. Ele ficará aqui fazendo esse trabalho. Claro que isso não tem ônus e contrato com o atleta. Mas não quer dizer que ele não pode ser contratado pelo Vitória”, declarou Raimundo Queiroz, diretor de futebol do clube. Na última segunda-feira, por meio de seu site oficial, o clube divulgou que a situação com o atleta estava acertada e que ele iria assinar contrato.

Divulgação/E.C. Vitória
A chegada ao Vitória marcará o reencontro de David Braz com Caio Júnior

David Braz, também anunciado no site oficial, foi apresentado normalmente e chega ao clube por empréstimo até o final do ano. Revelado nas categorias de base do Palmeiras, o zagueiro de 25 anos fez parte da campanha do título brasileiro de 2009 com o Flamengo e chegou ao Santos em 2012, clube que detém os seus direitos. Recém-apresentado, o atleta agradeceu o Leão da Barra e deixou o primeiro recado aos torcedores.

“Agradeço ao Vitória por mais essa oportunidade na carreira, ao técnico Caio Júnior e espero ajudar o clube a fazer uma ótima temporada. Espero que minha experiência possa ajudar, mas preciso trabalhar bastante para ser titular. Espero também ter a confiança da torcida”.

A chegada ao Vitória também será marcada pelo reencontro com Caio Júnior, técnico que participou da revelação do jogador. “Caio Júnior me deu a primeira oportunidade em uma equipe profissional, no Palmeiras, em 2007, e de lá para cá venho jogando no profissional graças a ele. Hoje ter ele como treinador novamente me deixa feliz, pois é uma pessoa na qual confio bastante”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade