Vôlei/Superliga masculina - ( - Atualizado )

Minas bate Vôlei Futuro por 3 a 2; Líder, RJX perde para Canoas

Belo Horizonte (MG)

Nesta quinta-feira foi encerrada a décima rodada do turno da Superliga masculina de vôlei. E jogando em casa, na Arena Vivo, em Belo Horizonte, o Vivo/Minas não teve vida fácil contra o Vôlei Futuro, mas conseguiu triunfar diante de sua torcida, no sufoco, por 3 sets a 2, fechando o confronto com parciais de 23/25, 25/23, 25/22, 22/25 e 15/7, em pouco menos de 2h30min de duelo.

Com o resultado positivo, os representantes de Minas Gerais ganham dois pontos na tabela, por conta de terem vencido por 3 a 2, sobem para 15 e continuam em sexto na Superliga, com seis vitórias e quatro derrotas. Já o Vôlei Futuro dá sequência à campanha irregular que faz no torneio, soma um ponto por ter vencido dois sets, e fica com 12, na oitava colocação (quatro vitórias e seis derrotas).

O maior pontuador da partida foi o oposto Filip, do Vivo/Minas, que fechou com 23 pontos em sua conta. O ponteiro Lucarelli também foi bem ofensivamente e contribuiu para o triunfo de sua equipe com 20 pontos.

Do lado do Vôlei Futuro, de Araçatuba (SP), o oposto Caio Pra foi o melhor atacante do time paulista, com 20 pontos. Raphael Oliveira também teve boa atuação e fez mais 18.

Na próxima rodada, a última do primeiro turno da Superliga masculina, o Vivo/Minas pega o Medley/Campinas, novamente na Arena Vivo, em BH. A partida será realizada no próximo sábado, às 16h. No mesmo dia, às 21h30, o Vôlei Futuro tem mais um compromisso fora de casa e tenta a reabilitação contra o Sada Cruzeiro, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG).

RJX perde para Canoas - E a noite desta quinta-feira também teve espaço para ‘zebras’ na Superliga. Mesmo jogando fora de casa, contra o Canoas, o líder RJX era favorito para sair de quadra com o resultado positivo, mas o time carioca não conseguiu derrotar a equipe gaúcha e foi superado por 3 sets a 0, com parciais de 23/25, 21/25 e 18/25.

Apesar do resultado negativo, o RJX se mantém na ponta, com oito vitórias e duas derrotas no torneio e 23 pontos somados. Já o Canoas chega aos 20 pontos e segue se aproximando das primeiras posições, com campanha de sete vitórias e três derrotas.

Alexandre Bergamo, do Canoas, foi o maior pontuador do jogo, com 15 pontos. Rafael Fantin fez mais 14 e Minuzzi contrubuiu com mais 13 pontos. Do lado do RJX, o oposto Theo foi o mais produtivo ofensivamente, com 11 pontos.

No próximo domingo, às 16h30, o RJX tenta reencontrar o caminho das vitórias e joga contra o Super Imperatriz Vôlei, no ginásio Capoeirão, em Florianópolis (SC). Já o Canoas tenta dar sequência à boa fase no sábado, às 20h, quando enfrenta o UFJF, novamente em Canoas (RS).

Confira todos os resultados da décima rodada da Superliga masculina:

Quinta-feira - 10 de janeiro

Sesi-SP 3 x 1 Funvic/Midia Fone (parciais de 25/21, 25/16, 23/25 e 25/21)
Sada Cruzeiro 0 x 3 Medley/Campinas (parciais de 23/25, 22/25 e 21/25)
Vivo/Minas 3 x 2 Vôlei Futuro (parciais de 23/25, 25/23, 25/22, 22/25 e 15/7)
Canoas 3 x 0 RJX (parciais de 25/23, 25/21 e 25/18)
Super Imperatriz Vôlei 0 x 3 UFJF, (parciais de 29/31, 18/25 e 21/25)

Domingo – 06 de janeiro - São Bernardo Vôlei 3 x 1 Volta Redonda (parciais de 25/20, 20/25, 25/20 e 25/22)

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade