Futebol/Copa do Nordeste - ( - Atualizado )

ASA e Ceará fazem semifinal ‘improvável’ com muitos problemas

Arapiraca (AL)

Depois de resultados desfavoráveis nos jogos de ida das quartas de final, ASA e Ceará surpreenderam e buscaram a classificação para as semis com boas vitórias fora de casa. Neste domingo, a partir das 16 horas (de Brasília), no Estádio Municipal de Arapiraca, as equipes duelam no primeiro jogo da decisão por uma vaga na final.

O Ceará fez uma primeira fase bastante irregular, alternando grandes momentos, como a vitória por 2 a 1 sobre o Bahia, em Salvador e derrotas que pareciam improváveis, como a que fechou sua participação na fase de grupos, por 3 a 0, em casa, para o ABC.

Ainda assim, com 10 pontos, o Vovô garantiu a classificação em segundo lugar no Grupo A, que contava com ABC (1º), Bahia (3º) e Itabaiana-SE (4º) conquistando vaga para encara o Vitória nas quartas de final.

O favoritismo dos baianos se confirmou na partida de ida. Em pleno Estádio Presidente Vargas, o Ceará saiu derrotado por 2 a 0 e com poucas esperanças de conseguir a classificação. Contudo, na partida de volta, no Barradão, o Alvinegro mostrou força, construiu uma goleada por 4 a 1 na casa do adversário e assegurou lugar entre os quatro melhores times da competição.

Divulgação
A delegação do Ceará desembarcou em Maceió na sexta-feira e desde então está concentrada para o jogo
O ASA, por sua vez, fez uma grande campanha de recuperação. Depois de perder as três primeiras partidas, a equipe alagoana buscou a classificação com três vitórias nos jogos finais.

Assim, com nove pontos, a equipe conseguiu a segunda colocação no Grupo C, que acabou liderado pelo Vitória, com treze. América-RN e Salgueiro completaram a classificação com sete e seis pontos, respectivamente.

Nas quartas de final, diante do ABC, a equipe apenas empatou em casa por 0 a 0 e teve que buscar a classificação fora de casa, vencendo por 2 a 1 no Frasqueirão lotado.

Para o confronto deste domingo, tanto Ricardinho, técnico dos cearenses, como Leandro Campos, técnico do ASA, terão problemas para escalar seus times, perdendo jogadores por suspensão, lesão e até por venda.

Divulgação
Em casa, o ASA conta com a força de sua torcida para não precisar buscar a classificação fora de casa

O caso do time de Arapiraca é mais grave. Os volantes Cal (suspenso) e Marcus Vinícius (negociado com o Joinville), além do meio-campista Geovane e do atacante Rodrigo Dantas, vetados pelo departamento médico, s]ao desfalques.

Sem muitas opções no elenco, Leandro Campos pode ter que apelar para uma mudança estrutural na equipe, com Léo Gamalho ficando isolado na frente, num esquema com seis meio-campistas e três zagueiros.

Do lado do Ceará, o lateral direito Eric, expulso contra o Vitória, não joga. O problema é que seu substituto imediato, Rafael Cruz, passou por cirurgia no pé na última semana e não poderá atuar. Além de Eric, o volante João Marcos, capitão do time, sentiu dores na panturrilha e não poderá atuar, bem como Fransérgio, que poderia entrar em seu lugar. Assim, Diogo Orlando e Potiguar podem entrar com o time titular.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade