Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Aristeu Tavares não é mais presidente da Comissão de Árbitros da CBF

Rio de Janeiro (RJ)

A CBF confirmou a demissão de Aristeu Tavares do cargo de presidente da Comissão Nacional de Arbitragem. Como o substituto ainda não foi definido pelo mandatário José Maria Marin, o posto será ocupado interinamente por Edson Rezende, antigo corregedor do órgão.

Tavares perdeu apoio depois de uma polêmica entrevista publicada pelo jornal O Popular, de Goiás. O dirigente teria afirmado que árbitros acusados de manipular resultados no futebol brasileiro continuavam em atividade e provocou revolta dentro da CBF.

Embora Tavares tenha dito posteriormente que não havia dado as declarações publicadas pelo jornal, a mais alta cúpula da entidade optou por sua demissão. O agora ex-presidente foi alçado ao cargo em agosto de 2012, quando Sérgio Corrêa foi demitido como um dos culpados pelo rendimento ruim dos juízes no Campeonato Brasileiro. Além de ter feito carreira como árbitro, o dirigente também é coronel da Polícia Militar.

Já Edson Rezende tem experiência em administrar grandes entidades e comandou a Comissão Nacional de Árbitros de Futebol (Conaf) entre 2005 e 2008. A sua saída do órgão foi solicitada após o próprio dirigente alegar problemas de saúde.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade