Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Barcos pede para sair e Verdão deve receber R$ 7 milhões e 5 atletas

William Correia São Paulo (SP)

Palmeiras e Grêmio estão por detalhes de confirmarem a troca de Hernán Barcos por cinco jogadores – Marcelo Moreno, Rondinelly, Léo Gago, Leandro e Vilson, além de mais 2 milhões de dólares (cerca de R$ 4 milhões) e todas as dívidas contraídas pelo clube paulista desde o ano passado. O clube gaúcho oficializou a proposta no início da tarde desta sexta-feira, e o próprio atacante argentino pediu para ser negociado.

Após uma conversa com Alejandro Sabella, Barcos ficou sabendo que seria ignorado na seleção da Argentina por jogar em um clube de segunda divisão no Brasil. O diretor executivo José Carlos Brunoro e o presidente Paulo Nobre tinham um acordo de cavalheiros com o atacante: assim que aparecesse uma oferta, ela seria revelada. Nesta sexta-feira, Brunoro apareceu na Academia de Futebol, durante as apresentações de Ronny e Kléber, para anunciar a possibilidade de o negócio ser fechado, já que Barcos pediu para sair.

O acerto deve ser confirmado nas próximas horas, dependendo apenas da aceitação dos cinco jogadores atualmente vinculados ao Grêmio. A expectativa é que a troca seja efetivada, já que o Palmeiras não precisará gastar mais nada por Barcos – o clube presidido por Fábio Koff assume todas as dívidas – o R$ 1,5 milhão da parcela de janeiro devida à LDU, do Equador, além de mais R$ 1,5 milhão de direitos de imagem atrasados nos últimos quatro meses.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Barcos já havia aceitado a proposta do Grêmio quando entrou em campo na vitória sobre o Atlético Sorocaba
Entre os jogadores que deixam o Grêmio para reforçar o Verdão, apenas Leandro viria por empréstimo até o final da temporada, já que é tratado como promessa pelo Tricolor gaúcho. Os outros quatro - Marcelo Moreno, Vilson, Léo Gago e Rondinelly (não Marco Antônio) -, viriam em definitivo e com o Palmeiras pagando a totalidade dos salários. Entre eles, apenas Vilson poderá jogar a Copa Libertadores, já que todos os outros estavam inscritos pelo rival.

Caso a negociação se confirme, o Palmeiras ainda manterá 15 dos 70% dos direitos econômicos de Barcos em caso de uma futura negociação.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade