Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Cruzeiro admite falha e sócios ficam sem ingressos para o clássico

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

O clássico entre Atlético Mineiro e Cruzeiro neste domingo vai marcar a reabertura do Mineirão e é um dos assuntos mais comentados da semana em Belo Horizonte. Desde a última segunda-feira, torcedores dos dois times já esperavam pela venda de ingressos, que só começou na quinta-feira e se esgotaram rapidamente.

Como o mando de campo é da Raposa, os sócios do clube teriam ingressos garantidos para o jogo, mas cerca de 600 torcedores que fazem parte da categoria Cruzeiro Sempre não poderão ir ao gigante da Pampulha devido a uma falha, admitida pela direção celeste. Os torcedores que ficaram sem as entradas foram os que aderiram ao programa de sócios recentemente e que ainda não receberam o cartão.

Divulgação
Alguns torcedores do Cruzeiro vão ficar sem ingressos para o jogo de reabertura do Mineirão, neste domingo
Existia uma promessa da diretoria do clube de que os torcedores que possuem o recibo de pagamento teriam os ingressos para o clássico, o que não aconteceu. O diretor de marketing Marcone Barbosa explica os motivos que impediram o Cruzeiro de honrar a promessa feita para os sócios.

“O Cruzeiro não vai conseguir honrar com a promessa de entrega do ingresso ou do benefício de meia-entrada para os torcedores que ligamos durante toda a semana. Vamos ter que fazer novo contato com esse sócio e fazer outro tipo de compensação a eles. Infelizmente, a notícia que temos agora é que os sócios da categoria Cruzeiro Sempre, que poderiam fazer compra especial no Barro Preto, como o Cruzeiro prometeu, poderão fazer isso”, disse Marcone Barbosa em entrevista à Rádio Itatiaia.

O dirigente celeste explica que os ingressos que seriam destinados aos sócios do clube foram vendidos pela internet, e culpa a empresa que confecciona os bilhetes pela falha. “Reservamos esses ingressos dentro do sistema da Outplan, e, infelizmente, por uma falha de comunicação do sistema, a Outplan não reservou esses ingressos. A Outplan negociou os ingressos pela internet e nas bilheterias, o que gerou esse transtorno”, explicou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade