Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Justiça planeja indiciar dois torcedores por lançamento de artefato

Oruro (Bolívia)

Dois dos 12 corintianos que estão supostamente envolvidos na morte do garoto Kevin Espada no jogo da Libertadores da última quarta-feira, entre Corinthians e San José de Oruro, foram apontados como os responsáveis por atirar o sinalizador contra o jovem boliviano, como informa o jornal boliviano La Patria.

Cleuter Barros Barreto de Oliveira e Leandro Silva teriam feito o disparo, enquanto os outros dez torcedores responderão à Justiça como cúmplices. Os 12 corintianos ficarão presos na Penitenciária de San Pedro, em Oruro, à espera do julgamento. A possibilidade de eles responderem em liberdade foi descartada, em função do risco de fuga.

"Provisoriamente, a acusação foi feita já que há graus de participação. São duas pessoas com responsabilidade na autoria, pois foram encontrados artefatos em seus pertences. Tudo será investigado, ainda não pode ser dada nenhuma sentença para essas pessoas”, afirmou Abigail Saba, Procurador do Ministério Público.

Saba ainda afirmou que a Justiça boliviana pediu intervenção da Organização internacional de Polícia (Interpol) para que sejam levantados históricos dos acusados e para ajudar na resolução do caso.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade