Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Ituano firma parceria com Middlesbrough e empresta dois jogadores

Itu (SP)

Fundando em 1876, o tradicional clube inglês Middlesbrough é o novo parceiro do Ituano. Em entrevista ao site oficial da agremiação britânica, o presidente Tony Mowbray confirmou o acordo, que consistirá no intercâmbio de atletas e também na atuação do mandário da equipe paulista, Juninho Paulista, na descoberta de jovens talentos do futebol da América do Sul.

Revelado pelo Ituano em 1993, Juninho Paulista acumulou três passagens pelo Middlesbrough (1995-1997, 1999-2000 e 2002-2004) em sua carreira e se tornou ídolo do clube. Aos 38 anos, o ex-atleta é gestor do clube do interior de São Paulo desde 2009 e foi a principal peça para firmar a parceria entre as agremiações.

O acordo foi selado após o diretor esportivo do Ituano, Tiago Cruz, passar alguns dias na Inglaterra para analisar a negociação. No segundo semestre do ano passado, o Ituano já havia enviado os atletas Carlos Rodrigo Correa e Eduardo Favretto para um periodo de treinamentos no Middlesbrough. Agora, os jovens Marcos Rhoden e Rafael Peireira, de 19 anos, serão emprestados ao time britânico até o final desta temporada.

Gazeta Press
Revelado pelo Ituano em 1993, Juninho Paulista se tornou ídolo atuando pelo Middlesbrough

“Por causa de nossa conexão com Juninho, acho que isso é algo que pode ser benéfico. Não temos uma presença constante na América do Sul e não temos olheiros por lá”, explicou Mowbray. "Se há jogadores com passaporte europeu e que se enquandram em nosso orçamento, por qual motivo não podemos fazer essa parceria com Juninho? Esperamos colher frutos ao longo dos anos”, completou.

Apesar do empréstimo, os atletas recomendados pelo Ituano não atuarão pela equipe principal do Middlesbrough, que ocupa a sexta colocação na segunda divisão do Campeonato Inglês. A ideia principal do projeto é contribuir no desenvolvimento dos jogadores brasileiros.

“O clube de Juninho não nos enviará o próximo Neymar. Se eles tivessem um jogador como esse, ele custaria 20, 30 ou 40 milhões de euros (aproximadamente R$105,7 milhões). Eles não vão mandar dois atletas que estejam ajudando a equipe em um campeonato que disputam”, encerrou Mombray.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade