Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Na Síria, bombas caem sobre estádio e matam um jogador

Damasco (Síria)

De acordo com informações da imprensa internacional, o atacante Youssef Suleiman, do Al-Wathbah, da Síria, morreu na manhã desta quarta-feira, após duas bombas caírem sobre o campo de um estádio de Tishrin, em Damasco, onde o jogador estava treinando, e ferirem mais outros atletas do time.

Segundo a EFE, o ataque, feito pela oposição ao governo do presidente Bashar al-Assad, tinha como alvo a sede do Comando Nacional do Partido Baath, próxima à praça desportiva. Nesta terça-feira, mais bombas atingiram um hospital e um colégio desta região.

AFP
Vestiário do Al-Wathbah, da Síria, foi tomado por sangue após bombas caírem em estádio e matarem um
No momento do ataque, Suleiman, com 19 anos de idade e pai de um bebê de seis meses, estava se preparando para o treinamento. Depois de ser ferido na região do pescoço, como revelou um de seus companheiros, ele teria sido levado a um hospital, mas não resistiu.

“Ele foi atingido no pescoço. Nós corremos nos corredores quando a segunda bomba caiu, e eu o vi caindo, com um sangramento no pescoço”, relatou Ali Ghosn, outro jogador do Al-Wathbah, à Associated Press. Três atletas da equipe estão internados, sendo um em estado grave.

Entenda a guerra civil da Síria: há mais de quadro décadas sob a presidência da família al-Assad, alguns sírios, motivados pela Primavera Árabe, revoltaram-se com o autoritarismo do governo e, inicialmente com protestos populares, iniciaram o conflito no país.

AFP
Jogadores do Al-Wathbah, da Síria, lamentam morte de colega de time depois de ataques terroristas

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade