Futebol/Campeonato Argentino - ( - Atualizado )

Convidado por Abel, Riquelme diz voltar ao Boca por revés para River

Buenos Aires (Argentina)

Após sete meses de idas e vindas, a novela que levou ao retorno ao Boca Juniors do meia Riquelme se encerrou graças a uma reviravolta curiosa: a derrota da equipe por 2 a 0 para o River Plate no primeiro superclássico do ano, pelo torneio de verão.

“Qualquer torcedor do Boca gostaria de ajudar o time depois de uma derrota para o River. Fiquei incomodado com as provocações e por isso falei com Bianchi”, declarou o armador.

Após voltar a dizer que não retornaria ao Boca em janeiro, o camisa 10 explicou seus motivos. “Mudar de ideia não é o termo certo, a decisão foi um momento de calor de torcedor. Tenho uma boa relação com o treinador e depois da derrota para o River Plate falei com ele”, relatou.

O meia também citou outro acontecimento decisivo em seu retorno: uma conversa com Abel Braga. Segundo o meia, ao falar com o treinador do Fluminense, ele voltou a sentir a vontade de disputar a Copa Libertadores.

“Passei por bons momentos nesse semestre, disfrutei de coisas que antes não podia. Estava desgastado, mas fui ao Brasil e o Abel Braga me disse que queria para o Fluminense na Copa Libertadores. Nesse momento passei sentimentos que tinha perdido”, revelou.

Com presença da cerca de 700 torcedores, o argentino de 34 anos fez seu primeiro treino em seu retorno ao Boca nesta segunda-feira. No entanto, os xeneizes terão que esperar cerca de duas semanas para ver o ídolo em campo, já que o técnico Carlos Bianchi deixou claro que só irá escalar o atleta quando ele estiver 100% fisicamente.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade