Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Botafogo não passa de empate e perde primeiro lugar do Grupo A

Rio de Janeiro (RJ)

Em um jogo que parecia desmotivado, o Botafogo apenas empatou, por 2 a 2, com o Boavista, na tarde deste domingo, no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro, e acabou perdendo a primeira posição do Grupo A para o Vasco, que derrotou o Duque de Caxias por 2 a 1.

A displicência custou caro ao Glorioso, que agora viu a vantagem do empate nas semifinais ser perdida e ainda terá pela frente o Flamengo, equipe de melhor campanha do torneio. Já o Boavista acabou o Grupo B na quarta posição, com 14 pontos, desperdiçando a chance de classificação, que viria em caso de triunfo. A equipe da região dos Lagos chegou a abrir 2 a 0, com dois gols de Gilcimar. Mas Lucas e Lodeiro garantiram a igualdade.

A partida começou, visivelmente, com as duas equipes se preservando por conta do forte calor. Tanto que a primeira oportunidade de gol só saiu aos nove minutos, quando Seedorf acionou na área Lodeiro, o uruguaio chutou e o goleiro Vinicius defendeu. A resposta do Boavista, porém, veio dois minutos depois e com a abertura do placar. Carlos Alberto cobrou escanteio e Gilcimar se aproveitou de uma falha da defesa para cabecear e vencer o goleiro Jéfferson.

O lance deixou o Botafogo sem nenhuma estabilidade emocional. Melhor para o Boavista, que ampliou aos 13 minutos. Tony recebeu passe pela esquerda, cruzou rasteiro e Gilcimar completou para o gol. O segundo gol do Boavista foi o suficiente para a torcida perder a paciência e começar a hostilizar o técnico Oswaldo de Oliveira e o atacante Rafael Marques.

O quadro poderia piorar aos 21 minutos, quando o time da região dos Lagos perdeu grande oportunidade de ampliar. Leandro Chaves foi lançado pela direita, avançou pela área, cruzou, Erick Flores completou e Jéfferson salvou o gol. Desorganizado, o Botafogo só conseguia assustar nas jogadas de bola parada, como aos 24 minutos, quando Seedorf cobrou falta com perigo, sobre o gol.

Mas, mesmo sem fazer um grande jogo, o Alvinegro descontou aos trinta minutos, graças a um chute de fora da área de Lucas, que marcou um golaço acertando o ângulo esquerdo de Vinicius. O primeiro gol animou o Glorioso, que por muito pouco não empatou no minuto seguinte, quando Lodeiro chutou cruzado para fora.

Aos 34 minutos, no entanto, não deu para se evitar que a igualdade fosse recolocada no marcador. Após boa triangulação que contou com Rafael Marques, Lucas cruzou e Lodeiro completou para o fundo da rede. Com o empate no placar o jogo ficou aberto, pois o Boavista também precisava da vitória.

Aos 36 minutos Jéfferson teve que fazer duas importantes defesas, ao salvar os chutes de Tony e Gilcimar. A resposta alvinegra veio aos 41, quando Andrezinho chutou de fora da área sobre o gol.

Na volta para o segundo tempo o Botafogo retornou mais uma vez desligado. Chegou a criar com Lodeiro, em chute cruzado sobre o gol aos nove minutos, porém, parecia mais uma vez dominado pelo Boavista. A equipe da Região dos Lagos quase chegou ao terceiro gol aos 16 minutos, quando Tony cobrou escanteio, Douglas Pedroso cabeceou e acertou o travessão. Cinco minutos depois, Jéfferson salvou um chute cruzado de Gilcimar.

A partida passou a ficar com um ritmo sonolento. O Boavista parecia não acreditar mais na classificação e o Botafogo dava sinais de que não tinha interesse em ganhar o jogo, mas ainda teve uma grande oportunidade aos 38 minutos, quando Vitinho cruzou e Bruno Mendes, sem marcação, chutou sobre o gol. No minuto seguinte, Vitinho pegou a sobra da entrada da área e chutou sobre o gol. O Boavista respondeu aos 40, em chute cruzado de Thiaguinho, para fora. Já aos 41, Tony cruzou e Gilcimar furou na hora de meter para o fundo das redes. No minuto final, Bruno Mendes ainda entrou livre na área, mas viu o goleiro Vinicius garantir a igualdade com uma boa defesa.

Agora, o Botafogo terá uma semana para se preparar para a semifinal de domingo, contra o Flamengo. Já o Boavista, trabalhará visando a estreia na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, contra o Macaé, em março.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade