Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Corinthians testa supremacia contra anseio do Palmeiras de ressurgir

William Correia e Helder Júnior São Paulo (SP)

Às 16 horas (de Brasília) deste domingo, o Pacaembu sediará um dos Derbys com maior oposição entre os rivais. Se o Corinthians, mandante do clássico, ainda segue contagiado pelos títulos da Copa Libertadores da América e do Mundial de Clubes do ano passado, o Palmeiras continua ressentido pelo rebaixamento no Campeonato Brasileiro de 2012. A maneira como cada um lidará com o seu momento deverá decidir o confronto.

Ciente de que o excesso de confiança é perigoso, o técnico Tite se preocupou durante toda a semana em mostrar respeito ao Palmeiras. “É claro que somos favoritos no papel e no momento de reestruturação da equipe, mas isso não conta na hora em que a bola rola. Não estamos fugindo da nossa responsabilidade. Só que nada disso entra em campo”, bradou o comandante.

Do outro lado, Gilson Kleina adotou a mesma estratégia e elogiou o time de Tite. “O momento do Corinthians é ímpar. Qualquer adversário que o enfrenta hoje sabe que pega um entrosamento longo e uma base forte, que se reforçou. Teremos que nos superar”, admitiu, pedindo, porém, que seus comandados não se sintam inferiorizados. “Não devemos achar que o negócio é só marcar.”

Para animar um pouco mais o Palmeiras, a equipe estreou na Libertadores com vitória por 2 a 1 sobre o peruano Sporting Cristal, na quinta-feira. E ganhou confiança. “Temos que viver essa vitória até o jogo, sem achar que estamos empolgados. Precisamos trabalhar com os pés no chão, mas competir. Se não competirmos, vai complicar muito”, disse Kleina.

Gazeta Press
Enquanto Tite pediu calma com melhor momento, Kleina tentou mostrar otimismo antes do clássico paulista
Já o Corinthians ainda não estreou na Libertadores. O confronto com o Palmeiras será o último teste dos titulares antes da partida contra o boliviano San José, fora de casa, na próxima quarta-feira. “Treino de luxo? Não, não. Será muito difícil”, sorriu o zagueiro Gil, que disputará o seu primeiro clássico como corintiano.

O discurso de Gil é ensaiado pelos jogadores do Corinthians. Tite não admite menosprezo ao rival por parte de nenhum dos seus comandados. Nem mesmo a estreia na Libertadores é encarada como prioridade por ele. “É verdade que o jogo com o San José vem na sequência, mas uma coisa está ligada a outra. Precisamos construir resultados”, afirmou.

Como prova do que diz, Tite não poupou ninguém da partida contra o Palmeiras. O Corinthians terá apenas uma novidade em sua escalação para o clássico. O goleiro Cássio finalmente está recuperado de lesão no ombro esquerdo e disputará o seu primeiro jogo na temporada. “Ainda estou um pouquinho abaixo tecnicamente, mas me sinto preparado”, avisou. Já o astro Alexandre Pato seguirá como opção no banco de reservas.

Por sua vez, Gilson Kleina dificilmente mexerá no time que tem Weldinho e Marcelo Oliveira (ambos ex-corintianos) nas laterais e o zagueiro Vilson improvisado como volante. Na frente, deve ser mantida a experiência com Souza, Wesley, Patrick Vieira e Vinicius marcando no campo adversário e alternando-se do meio-campo ao ataque. É a alternativa diante dos desfalques de Valdivia e Maikon Leite, machucados.

Com a reformulação prejudicada pelas eleições presidenciais, ocorridas no último dia 21, o Palmeiras poderá apresentar jogadores à torcida no decorrer do clássico. O volante Charles e o atacante Leandro estão cotados a estrear exatamente diante do maior rival. “Espero ter a oportunidade de jogar e mostrar o meu futebol. O Palmeiras já passou por momentos ruins, e agora é a hora de levantar a cabeça”, pregou o segundo.

Arte GE.Net
FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS X PALMEIRAS

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 17 de fevereiro de 2013, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Antônio Rogério Batista do Prado (SP)
Assistentes: Anderson José Coelho e Ricardo Pavanelli Lanutto (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza e Flávio Rodrigues Guerra (ambos de SP)

CORINTHIANS: Cássio; Alessandro, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Jorge Henrique e Danilo; Emerson e Guerrero
Técnico:Tite

PALMEIRAS: Fernando Prass; Weldinho, Henrique, Mauricio Ramos e Marcelo Oliveira; Vilson e Márcio Araújo; Souza, Wesley, Patrick Vieira e Vinicius
Técnico: Gilson Kleina

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade