Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Guerrero volta e deixa Pato no banco contra o São Caetano

Marcos Guedes São Paulo (SP)

O Corinthians vai enfrentar o São Caetano com a mesma formação que goleou o Oeste no último final de semana. De volta da seleção peruana, Paolo Guerrero assume o comando de ataque e deixa Alexandre Pato no banco de reservas no Pacaembu.

De acordo com Tite, vários fatores o levaram a adotar essa escalação, semelhante à da decisão do Mundial – com Danilo Fernandes e Gil nas vagas dos machucados Cássio e Chicão –, entre eles o entrosamento. A única pendência é Fábio Santos, que não treinou nesta sexta-feira, mas não deve ser problema.

Ao divulgar o time, o treinador ouviu muitas perguntas sobre Alexandre Pato. Mais uma vez, esforçou-se para mencionar o reforço de R$ 40 milhões como mais um jogador do elenco, sem qualquer tratamento diferenciado dos companheiros.

“O tratamento é igual para todos. Claro que sei da qualidade que ele tem, mas a regra é a mesma. Sei da dimensão, mas as coisas vão se construindo no campo, nos treinamentos. Não tenho tanta ansiedade quanto (faz parecer) o número de perguntas que vocês fazem”, disse o gaúcho.

Divulgação/Agência Corinthians
Titular contra o Botafogo, Alexandre Pato dá lugar a Guerrero diante do São Caetano (foto: Daniel Augusto Jr.)
Antes de definir a escalação, Tite conversou com Paulinho e Guerrero, que voltaram de suas seleções. Eles chegaram ao CT do Parque Ecológico às 8h, colocaram-se à disposição e só ganharam permissão para passar em casa após o treinamento. Na sequência, concentração.

“Chamei os dois, falei sobre a importância que eles têm. Mesmo sabendo que eles estão voltando de viagem, entramos em contato para que voltassem direto para cá. Eles são importantes e vão para o jogo”, explicou o treinador do Corinthians.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade