Futebol/Copa Libertadores da América - ( )

Fluminense detona condições do gramado em Caracas: “Impraticável”

Caracas (Venezuela)

Em um dos grupos mais equilibrados da Copa Libertadores da América, o Fluminense deu um passo importante ao vencer o Caracas-VEN fora de casa. Com o triunfo na estreia, o time carioca vai mais confiante para encarar o Grêmio na segunda rodada, mas espera não encontrar mais um gramado como o do estádio Olímpico da Universidad Central da Venezuela.

O primeiro a externar a indignação com o estado do campo de jogo foi Edinho. Campeão da competição em 2006 pelo Internacional, o volante valorizou o resultado na primeira partida e disparou contra o estádio em entrevista a Fox Sports. “Sempre é um pouco difícil jogar estreia, principalmente em um campo horrível para se jogar futebol”, afirmou o meio campista.

Mais duro do que Edinho, Abel Braga foi mais longe e criticou a universidade responsável pela administração do estádio. Para o treinador do Tricolor das Laranjeiras, uma competição do porte da Libertadores não deveria aceitar gramados tão ruins como o de Caracas.

“É simplesmente impraticável jogar neste campo. Favorece a equipe deles, pois são sabem pressionar, já que precisa dar dois ou três toques para dominar. Na minha carreira, na Libertadores, dificilmente vi um campo desse. o Caracas não tem culpa, é um campo da universidade. Rúgbi é jogado aqui, jogo de professor contra aluno também. Tem de tudo. Aí você vem na competição mais importante da América e tem um campo que desfavorece claramente a equipe mais técnica”, reclamou o técnico.

Com críticas mais leves, o goleiro Diego Cavalieri preferiu exaltar as qualidades da equipe na partida desta quarta-feira. “Lutamos, brigamos, conseguimos uma vitória importante, já que nosso segundo confronto é diante do Grêmio. Sabemos das dificuldades de enfrentar o Grêmio, o que aumenta a importância da vitória de hoje. O importante é que lutamos e que conseguimos superar as dificuldades, principalmente o gramado”, analisou o arqueiro tricolor.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade