Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Fluminense e Vasco duelam na luta para 'não correr riscos'

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Um clássico em que as duas equipes lutam para se aproximar da classificação e não correr o risco de sequer disputar as semifinais da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. Assim pode ser definido o confronto entre Fluminense e Vasco, previsto para este sábado, às 17 horas (de Brasília), no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro, pela sexta rodada da competição.

O Tricolor, embalado pelo triunfo de 3 a 0 sobre o Quissamã, divide a segunda posição do Grupo B com o Audax, ambos com 11 pontos, cinco a menos que o Flamengo. A situação do Cruz-maltino é bem mais delicada. Com nove pontos, o time está em queda livre e, após a derrota de 1 a 0 para o Bangu, caiu para a terceira posição do Grupo A, deixando a zona de classificação para as semifinais.

Além de conquistar a vitória, os dois times tem outras missões no duelo deste sábado. O Fluminense, por exemplo, vai ter que administrar a ansiedade pela estreia na Copa Libertadores, que acontecerá na próxima quarta-feira, diante do Caracas, na Venezuela. Os jogadores sabem que se entrarem em campo pensando no confronto sul-americano poderão ser derrotados pelo Vasco.

Divulgação/Fluminense F.C.
Felipe pode aparecer como titular contra o Vasco, seu ex-clube
“Nós estamos pensando apenas na partida contra o Vasco e somente depois disso vamos olhar para a Copa Libertadores. As coisas boas só aconteceram no ano passado porque pensamos desta maneira”, disse o goleiro Diego Cavalieri.

Já o Vasco tenta lutar contra a falta de entrosamento, uma vez que mudou boa parte do elenco em relação ao ano passado, perdendo peças importantes como o goleiro Fernando Prass, os meias Felipe e Juninho Pernambucano e o atacante Alecsandro. Para piorar ainda mais o cenário, o rival tem um time que joga junto há bastante tempo e por isso tem conseguido bons resultados.

“O Fluminense tem o time pronto e está se preparando para disputar a Copa Libertadores. Nós temos um conjunto em formação, com peças novas, mas que ainda não se encaixaram. Claro que temos qualidade, mas entrosamento faz muita diferença, ainda mais no começo de temporada, quando ninguém está no auge. Acredito que temos time para evoluir muito este ano, mas sabemos que teremos problemas neste começo e, portanto, o jogo contra o Fluminense será um grande desafio para a nossa equipe”, afirmou o volante Wendel.

Apesar de reconhecer que seu time ainda não tem o entrosamento do rival, o técnico cruz-maltino Gaúcho acredita que o Vasco precisa mudar a sua postura dentro de campo para convencer seus torcedores de que realmente pode lutar pelo título do Campeonato Carioca, que não conquista desde 2003, quando bateu justamente o Fluminense na grande decisão.

“Sei que a nossa equipe está em formação, mas precisamos ter uma nova postura contra o Fluminense, pois apenas assim vamos conseguir o resultado positivo. As dificuldades neste jogo serão imensas, é o campeão brasileiro que vai estar na nossa frente, mas o Vasco tem condições de derrotar qualquer adversário quando se agiganta. Estamos confiantes no trabalho feito ao longo da semana”, disse Gaúcho.

Marcelo Sadio/Divulgação/Vasco da Gama
Recuperado de lesão, Renato Silva voltará a formar a dupla de zaga com Dedé
Apesar de os vascaínos estarem preocupados com a realidade das duas equipes às vésperas do clássico, os tricolores não acreditam que terão algum tipo de vantagem por conta do mau momento rival.

“O Vasco vai fazer de tudo para ganhar o jogo e não temos que pensar no momento que eles estão vivendo, pois isso não vai ter nenhuma interferência no jogo quando a bola rolar. O máximo que vai acontecer é eles entrarem em campo ainda com mais vontade de reencontrar a vitória. O Fluminense precisa se preocupar com seu próprio estilo e com as suas qualidades e problemas. Nosso foco está em encontrar a melhor maneira de enfrentar um adversário qualificado e que vai nos criar problemas”, disse o lateral esquerdo Carlinhos.

Em termos de escalação, o Vasco terá mudanças em relação ao time que foi derrotado pelo Bangu. O zagueiro Renato Silva, recuperado de uma lesão no joelho direito, e o meia Carlos Alberto, livre de um estiramento na coxa esquerda, reaparecem nas vagas de André Ribeiro e Bernardo, respectivamente.

Pelo lado do Fluminense, o volante Jean e o atacante Fred, que estavam servindo à Seleção Brasileira, e o volante Valencia, que atuou pela seleção colombiana no meio de semana, estão confirmados. O atacante Wellington Nem, livre das dores no tornozelo esquerdo que o afastaram de algumas atividades da semana, fica à disposição, mas pode ser preservado para a Libertadores. Caso isso aconteça, a tendência é que Marcos Júnior seja mantido. Com sinusite o apoiador Thiago Neves está praticamente vetado e vai ceder o posto a Wagner.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE X VASCO

Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 9 de fevereiro de 2013 (Sábado)
Horário: 17h(de Brasília)
Árbitro: Grazianni Rocha (RJ)
Assistentes: Luiz Regazone (RJ) e Marcos do Nascimento (RJ)

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno, Digão, Leandro Euzébio e Carlinhos; Valencia, Jean e Wagner; Wellington Nem (Marcos Júnior), Rafael Sobis e Fred
Técnico: Abel Braga

VASCO: Alessandro, Nei, Dedé, Renato Silva e Dieyson; Abuda, Pedro Ken, Wendel e Carlos Alberto; Eder Luis e Tenório
Técnico: Gaúcho

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade