Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Bianchi acredita ter mostrado potencial para fechar com Force India

Jerez de la Frontera (Espanha)

O francês Jules Bianchi deu nesta sexta-feira uma de suas últimas cartadas para tentar convencer a Force India a contratá-lo como piloto titular para o Mundial de Fórmula 1 de 2013. Andando com o carro da equipe nos testes de pré-temporada de Jerez de la Frontera, ele foi o segundo colocado do dia, apenas 0s027 mais lento do que Kimi Raikkonen, e espera que o desempenho o tenha ajudado na briga pela última vaga no grid da categoria.

Reserva da Force India na temporada passada, Bianchi participou de alguns treinos livres em Grandes Prêmios e do teste para jovens pilotos em Magny-Cours, e passou a ser cogitado como titular após a saída de Nico Hulkenberg para a Sauber, embora os planos originais do time fossem de mantê-lo como terceiro piloto por mais um ano.

“Acho que eles me conhecem. Nos treinos livres, não fui muito bem no início, mas depois de Magny-Cours melhorei bastante. Mostrei lá que sou rápido e agora repeti aqui. Isso é bom, mas não está em minhas mãos. Só tento fazer o máximo quando entro no carro”, afirmou o francês.

A vaga como companheiro de Paul di Resta na Force India é a única remanescente no grid da Fórmula 1 e já foi de interesse do brasileiro Bruno Senna, que deixou a categoria para correr no Campeonato Mundial de Endurance. Atualmente, a disputa de Bianchi pelo carro é com o alemão Adrian Sutil, que andou pela equipe entre 2008 e 2011.

“Eu me sinto pronto, já ganhei bastante quilometragem na F-1 e acho que estou preparado para participar de corridas. Mesmo que o plano fosse me deixar como reserva por dois anos, agora isso mudou e estou pronto”, avaliou Bianchi.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade