Motor/Fórmula 1 - ( - Atualizado )

Mercedes quer utilizar Schumacher como embaixador da marca

Jerez de la Frontera (Espanha)

O alemão Michael Schumacher se aposentou da Fórmula 1 ao fim da temporada passada, mas seguirá envolvido com a Mercedes-Benz. O piloto disputou seus últimos anos na categoria pela equipe da montadora e agora deve atuar como embaixador da marca alemã de carros.

Nome mais vitorioso da história da Fórmula 1 com sete títulos, Schumacher se aposentou pela primeira vez em 2006, mas voltou às pistas em 2010 para integrar a então recém-criada equipe Mercedes, pela qual pilotou por três anos. Sua aposentadoria foi decidida após o time contratar o britânico Lewis Hamilton.

"Michael vai assumir um papel diplomático. Ele terá envolvimento com algumas atividades comerciais, mas mais com a fábrica de carros do que com o time de corrida. Falei com Michael algumas vezes e ele está animado, nos quer bem. Mas eles quer trabalhar exclusivamente com a montadora”, disse o chefe de equipe Mercedes, Ross Brawn, durante o lançamento do W04, modelo de 2013 do time.

Nos três anos em que andou pela escuderia alemã na F-1, o heptacampeão da categoria teve como principal resultado a terceira colocação do Grande Prêmio da Europa de 2012, temporada em que teve um dos piores desempenho de sua carreira. Ele encerrou o Mundial apenas na 13ª colocação, com 49 pontos conquistados.

“O desenvolvimento de modelos, especialmente de carros de alto desempenho, é algo de que ele gosta muito. Ele continuará a ser parte da família, mas em uma posição diferente”, disse Brawn.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade