Futebol/Copa do Nordeste - ( - Atualizado )

Em casa, Fortaleza vence Campinense, mas lamenta gol sofrido no fim

Fortaleza (CE)

O Fortaleza fez valer o mando de campo neste domingo e bateu o Campinense por 2 a 1 pelo primeiro jogo das semifinais da Copa do Nordeste. O único fato a se lamentar para o torcedor tricolor foi o gol sofrido no final da partida, que deu uma chance maior de recuperação aos visitantes.

Com o resultado, o Fortaleza leva para Campina Grande a vantagem do empate, mas em caso de vitória simples do Campinense, é o time da Paraíba que fica com a vaga para a final, devido ao número de gols marcados fora de casa.

O jogo - Tentando resolver no primeiro jogo, ciente das dificuldades que deve encontrar em Campina Grande, já que o adversário ainda não perdeu em casa, o Fortaleza começou muito bem a partida.

Logo aos dois minutos, após boa cobrança de falta, o atacante Assisinho subiu de cabeça e, por pouco, não inaugurou o marcador. Nos minutos seguintes, o Tricolor continuou a pressionar e chegou novamente com perigo em chute do mesmo Assisinho aos 11 minutos.

A pressão dos donos da casa continuou, ora mais intensa, ora mais suave até que, aos 26 minutos, o árbitro marcou pênalti para o Fortaleza. Jaílson foi para a cobrança e não desperdiçou, fazendo o primeiro no Castelão.

A partir de então, o jogo ficou mais equilibrado e as chances começaram a surgir para ambos os lados. No entanto, quem aproveitou a oportunidade que teve foi novamente o anfitrião. Aos 41 minutos, Jackson Caucaia recebeu cruzamento de Marinho Donizete e completou para ampliar.

Com vantagem no placar, o Fortaleza sossegou na partida e voltou menos atento no segundo tempo e menos ofensivo. O Campinense, por sua vez, disposto a, pelo menos, diminuir a vantagem dos mandantes, voltou ligado e criou boas chances.

Aos 21 minutos, Jeferson Maranhense acertou a trave do goleiro João Carlos após boa troca de passes do time paraibano. Aos 29, Tiago Granja desperdiçou boa chance após rebote de escanteio.

De tanto insistir, a Raposa acabou premiada no final da partida. Aos 38, Edvânio fez boa jogada pelo lado esquerdo do ataque, cruzou e viu seu companheiro Ricardo Maranhão se antecipar aos zagueiros e desviar para as redes.

Nos minutos finais, o Campinense ainda pressionou em busca do empate, mas não conseguiu marcar. Apesar disso, o resultado acabou sendo bom para os visitantes, que agora precisam de uma vitória simples em casa para passarem à grande decisão.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade