Futebol Internacional/Campeonato Inglês - ( - Atualizado )

Isolado na liderança, Manchester recebe o bom Everton em casa

Manchester (Inglaterra)

Líder do Campeonato Inglês, com 62 pontos, o Manchester United entra em campo neste domingo contra o Everton, quinto colocado, pela 26ª rodada da competição. Jogando em casa, o time comandado por Alex Ferguson perdeu apenas uma vez no campeonato nacional: para o Tottenham, por 3 a 2, na sexta rodada.

No último duelo contra o Everton no Old Trafford, os Diabos Vermelhos venciam por 4 a 2, mas cederam o empate nos últimos minutos da partida.

“É um jogo difícil no domingo. Naquele jogo, nós estávamos com 4 a 2 a sete ou oito minutos do fim. Foi inesperado, e temos que antecipar o inesperado. Foi um duro golpe para nós e nos custou o campeonato”, disse Alex Ferguson, em coletiva de imprensa.

AFP
Ferguson busca seu 13º título da Premier League
Uma das três derrotas do Manchester neste Campeonato Inglês foi justamente para o Everton, na primeira rodada.

"O Everton é muito experiente. Eles também só perderam três jogos nesta temporada. Obviamente eles são difíceis de bater. Mas nosso time está jogando bem, estou satisfeito com a nossa forma e estou contente que os jogadores que estão entrando quando preciso mudar a escalação, estão jogando bem”.

Liverpool faz único jogo da segunda-feira

Na sétima colocação da Premier League, com 36 pontos, o Liverpool encara o West Bronwich, nono colocado, às 18 horas (de Brasília) da segunda-feira. Os Reds foram surpreendidos na última quinta-feira com o anúncio feito por Carragher: o zagueiro de 35 anos revelou que irá pendurar as chuteiras no fim da atual temporada.

“A decisão do Jamie (Carragher) foi uma surpresa para mim porque ele jogou muito bem contra o Arsenal e o Manchester City”, disse o treinador do Liverpool, Kenny Dalglish.

AFP
Ídolo do Liverpool, Carragher disputa seu último Campeonato Inglês
O Liverpool foi o único time da carreira de Carragher. Com a camisa dos Reds, o zagueiro conquistou o histórico título da Liga dos Campeões na temporada 2004-2005.

“Nós só precisamos ser gratos por termos tido um jogador como ele. Jamie foi revelado pelo clube e nunca deixou o Liverpool. Por isso, ele tem uma relação especial com os torcedores”, completou Dalglish.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade