Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Empréstimo de Casemiro não passou por consulta de Ney Franco

Tossiro Neto São Paulo (SP)

O São Paulo emprestou Casemiro ao time B do Real Madrid sem consultar o técnico Ney Franco, que vinha elogiando sua aplicação nos treinos das últimas semanas.

"Veio uma proposta muito boa, não passou por mim a decisão. O caso dele é aquele que a gente comenta desde o ano passado. É um jogador com potencial e que começou muito bem a pré-temporada", disse o treinador.

Casemiro deve viajar na segunda-feira a Madri, onde atuará pelo Real Madrid Castilla, time que ocupa a 16ª colocação da segunda divisão espanhola, restando 19 rodadas na competição. Ao fim do contrato, há opção de compra pré-estabelecida.

Segundo o vice-presidente de futebol do São Paulo, João Paulo de Jesus Lopes, mais do que os valores (não revelados) da transação, pesou a vontade do jogador de 20 anos de lutar por uma chance no primeiro time do clube madrilenho.

"O azar do Casemiro foi jogar em uma posição em que o time está muito bem servido atualmente. A disputa é muito grande. Quando aparece uma oportunidade dessa para o jogador, ele se entusiasma. É um jogador de qualidade e, se retornar (após o empréstimo), será reintegrado com a maior facilidade", comentou.

No momento, o elenco são-paulino conta com Wellington, Denilson e Fabrício, além de Rodrigo Caio e João Schmidt, outras promessas das divisões de base. Até mesmo o meia Maicon pode ser improvisado no setor, como ocorreu na temporada passada.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade