Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Pelaipe quer que Mattheus "bote a cabeça no lugar" e cumpra contrato

Rio de Janeiro (RJ)

A tentativa do meia-atacante Mattheus de forçar uma saída do Flamengo gerou ressentimentos entre os membros da diretoria rubro-negra. Segundo Paulo Pelaipe, diretor executivo do clube, o filho de Bebeto chegou a dizer que não gostaria mais de atuar pelo clube.

“O jogador precisa ter vontade, porque é uma honra jogar aqui. Ele disse que não queria jogar mais pelo Flamengo. Esperamos que ele bote a cabeça no lugar e cumpra seu contrato”, disse Pelaipe à Rádio Brasil.

Com contrato até dezembro deste ano, o jovem de 18 anos pode assinar pré-contrato com qualquer time a partir de 30 de junho. Promovido à equipe principal no fim de 2012, Mattheus já disputou 12 jogos – três como titular - com a camisa rubro-negra, sem ter marcado nenhum gol.

AFP
Mattheus fez parte da campanha desastrosa da Seleção no Sul-Americano Sub-20
Detentor de 80% dos direitos econômicos do meia (os outros 20% pertencem ao jogador), o Flamengo recusou uma proposta da Juventus no fechamento da janela de transferências do mercado europeu, na última quinta-feira.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade