Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Torcida reclama de falta de bares e banheiros no novo Mineirão

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Antes mesmo do início do clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG, que marcou a volta do futebol ao Mineirão, os primeiros problemas já foram detectados pelos torcedores dos dois maiores clubes de Minas Gerais. Os bares do estádio não foram abertos, deixando o público sem alimentos e bebidas. Outra falha apontada pela torcida é a condição de higiene dos banheiros, que, segundo relatos, é precária e não suporta a demanda do público.

“Foi pedido para que os torcedores chegassem mais cedo, mas não existe estrutura adequada para atender o público. Deixei de almoçar em casa para comer o tradicional tropeiro do Mineirão, mas quando cheguei aqui encontrei os bares fechados e sem nenhuma explicação. Tive que procurar por 15 minutos para encontrar um banheiro”, declarou o administrador Victor Mendonça.

Reprodução/Twitter
Na reinauguração do Mineirão, torcedores dos dois times reclamaram da falta de estrutura
Sem os bares, a corrida aos bebedores foi grande, mas de acordo com os torcedores, a maior parte dos bebedores não está funcionando e em número inferior ao necessário para suportar a demanda. “Não tem água. Procurei e não consegui encontrar um bar, um bebedouro ou mesmo um ambulante. O estádio ficou muito bonito, mas é preciso corrigir estes problemas”, disse o estudante Gabriel Martins.

Antes mesmo da abertura dos portões, o trânsito nas imediações do Mineirão já apresentava lentidão. Dentro do estádio, a dificuldade foi para encontrar o lugar marcado, o que deixou alguns torcedores dando voltas dentro do Mineirão por muito tempo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade