Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Grêmio abre fase de grupos da Libertadores contra o Huachipato

Do correspondente Vicente Fonseca Porto Alegre (RS)

Depois de eliminar a LDU em uma dramática decisão por pênaltis na fase inicial da Copa Libertadores, o Grêmio abre uma nova etapa em sua busca pelo tricampeonato continental, tentado pelo clube desde 1996. Nesta quinta-feira, o Tricolor inicia sua caminhada na fase de grupos da competição diante do Huachipato, na Arena. Será a segunda partida do Grupo 8, que foi aberta nesta quarta-feira, com o duelo entre Caracas e Fluminense, na Venezuela.

Em relação ao time que eliminou os equatorianos, há exatos 15 dias, o Grêmio vem bastante alterado – e para melhor. Neste breve período de duas semanas, o clube gaúcho contratou vários reforços de peso: Barcos, Welliton, André Santos e Adriano, todos inscritos nesta Libertadores. Tanto o centroavante como o lateral esquerdo devem iniciar o jogo desta quinta como titulares da equipe do técnico Vanderlei Luxemburgo.

Luxa fechou os treinos que definiram o Grêmio nesta semana, mas um trabalho tático, realizado com portões abertos na Arena, deu indícios de que Vargas e Barcos formarão a dupla de ataque. Além disso, o Tricolor deve contar com a volta do experiente Cris à zaga. Ele sofreu lesão muscular após a derrota para a LDU, em Quito, no dia 23 de janeiro, e só agora retoma lugar no time, ao lado de Saimon.

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Contratado junto ao Palmeiras na última sexta-feira, Hernán Barcos deve formar dupla de ataque com Vargas

A garantia de manutenção da base que fez um ótimo Brasileirão 2012 vem do meio-campo: o setor tem exatamente os mesmos jogadores do ano passado – Fernando, Souza, Elano e Zé Roberto. No gol, Marcelo Grohe segue ocupando o lugar de Dida, que lesionou no ombro na partida de Quito e será poupado – seu aproveitamento contra o Fluminense, na quarta que vem, não está descartado.

Apesar de desconhecido da maioria dos brasileiros, o Huachipato merece o respeito do elenco gremista. “É o campeão chileno”, lembrou o meia Zé Roberto, em entrevista ao canal Sportv. “O grupo não é fácil. O Caracas eu conheço desde 2007, quando jogava pelo Santos, e o Fluminense tem uma grande equipe", completou Zé, lembrando das dificuldades que a chave gremista deve oferecer.

O maior desfalque do Grêmio para esta quarta, curiosamente, estará fora de campo. O setor da geral da Arena, único do novo estádio gremista que não conta com cadeiras, estará interditado após o acidente ocorrido na vitória sobre a LDU, onde parte das grades desabou após a comemoração do gol marcado por Elano. O Corpo de Bombeiros deu um ultimato ao clube para a instalação de cadeiras no local, mas o Grêmio protestou, tentando buscar uma solução que mantenha o local sem poltronas, para poder garantir preços mais populares nos ingressos naquele setor.

Se o Grêmio vem em alta, embalado por grandes reforços e um estádio novinho em folha, o Huachipato não começou bem 2013. O atual campeão chileno, que tem uniforme parecido com o do Tricolor Gaúcho, perdeu dois jogos e empatou outro nas três primeiras rodadas do Campeonato Chileno. A equipe ainda não marcou nenhum gol e sofreu cinco. Na última sexta, levou 2 a 0 em casa do O’Higgins.

Lucas Uebel/Grêmio FBPA
O lateral-esquerdo André Santos, emprestado pelo Arsenal, treinou normalmente e deve assumir a posição

Esta será a segunda participação do time da cidade de Talcahuano (171 mil habitantes) na Libertadores. Em 1975, o Huachipato estreou na competição após conquistar seu primeiro título nacional – o segundo foi o Clausura de 2012. Na ocasião, o time obteve duas vitórias, dois empates e duas derrotas, ficando na segunda colocação de sua chave. Como só uma equipe passava, acabou eliminado.

O Grêmio, por sua vez, está em sua 14ª Libertadores. Foram dois títulos (1983 e 1995), dois vice-campeonatos (1984 e 2007) e outras três participações nas semifinais (1996, 2002 e 2009). Na última vez que disputou o torneio, em 2011, o Tricolor acabou caindo nas oitavas, curiosamente para um time chileno – no caso, a Universidad Católica.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO X HUACHIPATO

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 14 de fevereiro de 2013, quinta-feira
Horário: 19h45 (de Brasília)
Árbitro: Diego Abal
Assistentes: Hernán Madiana e Juan Belatti (trio argentino)

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Cris, Saimon e André Santos; Fernando, Souza, Elano e Zé Roberto; Vargas e Barcos.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

HUACHIPATO: Veloso; Contreras, Labrín, Muñoz e Crovetto; Yedro, Sandoval, Reynero e Arrue; Falcone e Rodríguez.
Técnico: Jorge Pellicer

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade