Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Nobre 'inaugura' marketing lançando loja e se preocupa com pirataria

William Correia São Paulo (SP)

O departamento de marketing, colocado como uma das prioridades na sua gestão, terá seu primeiro ato com Paulo Nobre nesta semana, completando projeto iniciado pelo antecessor Arnaldo Tirone. O Palmeiras lançou sua rede de lojas oficiais, chamada Academia Store, com a ideia de coibir a pirataria.

“Cada vez que o palmeirense consome um produto pirata, acaba debilitando a marca. É muito importante ele ter a consciência de que comprando produtos oficiais ajuda a Sociedade Esportiva Palmeiras. E temos uma gama de produtos que cabe no bolso de todo torcedor”, discursou Nobre.

A parceira do Verdão na iniciativa a Meltex, empresa especializada em distribuição e gestão de marcas – trabalha também com a Disney e a Warner Bros, entre outros. A Meltex assinou em junho contrato até 2018 para o serviço e promete investir R$ 30 milhões para implantar mais de 100 lojas pelo Brasil nos próximos cinco anos.

“O Palmeiras é uma marca centenária, com prestígio mundial e mais de 15 milhões de torcedores apaixonados, além de um capital cultural enorme. Sem contar que o Palmeiras é o campeão do século XX. Isso é suficiente para qualquer empresa querer trabalhar com a marca”, afirmou Gaston Krause, diretor de franquias da Meltex.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Presidente do Palmeiras estima que a rede de lojas oficiais terá, pelo menos, 100 unidades nos próximos cincos anos
“É uma ferramenta muito interessante para o clube, com certeza é uma receita que pode crescer. Para o palmeirense é interessante ter acesso a uma gama muito grande de produtos oficiais do clube”, falou Nobre, que promete facilidades para o sócio-torcedor na Academia Store.

A primeira loja, que será lançada em coquetel na noite desta terça-feira e aberta ao público a partir de quinta-feira, está localizada na rua Augusta, 2078. A Ameltex informa ter gastado quase R$ 1 milhão na unidade, que terá em seus 270 m² mais de 500 produtos diferentes, além de decoração com ídolos e lembranças históricas do clube.

A estimativa da empresa é faturar R$ 100 mil com a loja na Augusta. “É a primeira de pelo menos 100 lojas não só em São Paulo, mas no Brasil”, falou Nobre. A Meltex ainda negocia com a WTorre para implantar uma megaloja de 500 m² na Arena Palesra Itália, que deve ser reinaugurada em até outubro deste ano.

A primeira fase da implantação da Academia Store será com expansão pelo Estado de São Paulo, partindo na sequência para Paraná, Goiás, Mato Grosso do Sul e capitais do Nordeste. O objetivo é ter não só lojas de ruas, mas em shoppings, mesmo com quiosques. A aposta é em franquias, com convite aos interessados para acessarem o site academiastore.com.br.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade