Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Prass reclama da iluminação, mas diz que não pode "tomar gol assim"

Mogi Mirim (SP)

Fernando Prass estava bem colocado quando Roni bateu na bola e chegou bem a ela. No entanto, na hora de espalmá-la, o goleiro do Palmeiras se atrapalhou e não conseguiu impedir o primeiro gol do Mogi Mirim no empate por 2 a 2 deste domingo.

“É um jogo difícil para o goleiro. Eu nunca tinha jogado com iluminação de um lado só. A luz bate de um lado só, fica muita sombra no campo. Mas é um chute que eu não posso tomar, nunca vou aceitar tomar um gol assim”, afirmou o jogador.

Os refletores realmente deixam a desejar no estádio Romildo Vitor Ferreira, e a bola estava molhada, algo que também foi lembrado por Prass. O camisa 12, no entanto, não deixou de admitir: “Tomamos dois gols em erros nossos”.

A falha maior no segundo tento do Mogi foi de Wendel. O goleiro chegou a salvar o lateral com uma ótima defesa, mas Roni aproveitou o rebote. Já nos acréscimos, Prass trabalhou muito bem em cabeceio e diminuiu a má impressão deixada no primeiro tempo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade