Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Miralles rejeita rótulo de “talismã” e mira sequência como titular

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

Novo dono da camisa 9 do Santos, o atacante Miralles mostrou que realmente atravessa uma boa fase ao marcar dois gols na vitória do Peixe sobre o São Paulo, no último domingo, na Vila Belmiro, em sua primeira chance como titular da equipe no ano. O argentino, que antes vinha tendo chances no decorrer das partidas, quer espantar o rótulo de talismã e, para isso, sabe que é fundamental ter atuações como a realizada diante do Tricolor Paulista.

“Não quero ser talismã. Até porque, de maneira geral, eu sempre fui titular por onde passei. Nos últimos jogos eu vinha entrando nos 10, 15 minutos finais. Mas coloquei na minha cabeça, para esse ano, que eu tinha de fazer algo diferente. Quem está na reserva tem que pensar assim, ainda mais sendo atacante. Por isso, em algumas partidas que entrei faltando 15 ou 20 minutos para o fim, consegui fazer gols e jogadas importantes, como o pênalti sofrido contra o Bragantino (na terceira rodada do Paulistão). Estou muito feliz e espero que as coisas continuem assim”, disse Miralles.

Sem se animar com o bom momento que atravessa no time praiano, o jogador ressaltou a importância dos gols marcados no clássico. “Foi um jogo muito importante para mim, porque eu tinha que ir bem nessa primeira partida como titular, ainda mais atuando aqui na Vila. Felizmente, eu conseguiu cumprir à risca as expectativas do Muricy”, comentou.

Indagado sobre a disputa pela titularidade com o centroavante André, que foi o camisa 9 alvinegro nas primeiras rodadas do Campeonato Paulista, Miralles quer aproveitar a sequência na equipe para conquistar de vez a confiança do técnico Muricy Ramalho.

“Não posso me acomodar, pois o treinador só vai colocar para jogar quem estiver melhor. A temporada está apenas começando e tenho que trabalhar forte todos os dias, jogo a jogo. Aos poucos estou me sentindo cada vez melhor e tenho que aproveitar ao máximo as oportunidades que o Muricy está me dando. Tenho que continuar marcando gols, algo que é importante para a minha moral dentro do grupo. Só assim vou conseguir o meu espaço no time”, encerrou.

Ricardo Saibun/Santos FC
O argentino Miralles foi decisivo no clássico contra o São Paulo, marcando dois gols na vitória por 3 a 1

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade