Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Neymar ignora rótulo de “cai-cai”, e prevê sucesso de Assunção

Do correspondente Rodrigo Martins Santos (SP)

Jogador rápido e de muita habilidade com a bola nos pés, o atacante Neymar alcançou títulos e o posto de melhor atleta do futebol brasileiro na atualidade. Mas o rendimento da Joia dentro de campo não é alvo apenas de admiração. Muitos adversários reclamam das faltas marcadas no camisa 11 do Santos, pois alegam que Neymar é ‘cai-cai’. Despreocupado com relação a possíveis rótulos, o craque do Peixe ignora as críticas e promete manter o seu estilo dentro de campo.

“Independentemente de ser chamado de ‘cai-cai’, não vou mudar meu estilo de jogar. Eu também não me sinto ofendido com isso, é algo que não me atinge. Sei que os choques são normais no futebol, as faltas acontecem e isso não me incomoda. Não tem como agradar todo mundo. Eu sou assim”, afirmou Neymar.

Apesar disso, o atacante garante não ver violência dos rivais na marcação. Porém, o rodízio de faltas adotada por algumas equipes no Campeonato Paulista tem lhe incomodado. “Não vejo violência, vejo adversários chegando forte. O objetivo deles é não me deixar ir até o gol. Até aí, acho que está tudo certo. Agora também estão fazendo o rodízio. Vem o primeiro, toma (cartão) amarelo, troca o marcador. Vem outro, leva amarelo e troca de novo. É assim até todo mundo ficar com cartão. É ruim ficar apanhando toda hora, mas é do futebol”, comentou.

Por fim, Neymar destacou que a alternativa dos oponentes do time praiano em pará-lo com faltas pode ser uma medida que esteja com os seus dias contados. A Joia lembrou que o experiente volante Marcos Assunção, que está em fase final de preparação para começar a jogar pelos alvinegros, é um especialista nos lances de bola parada.

“Com o Assunção, se fizer falta é 90% de chance de gol. Eles (adversários) não terão escolha: se fizer falta, ou não, é gol. Não tem para onde ‘correr’, ou deixa passar e toma o gol, ou vai tomar gol de falta”, encerrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade