Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Em festa de Ganso, Jadson vira artilheiro e consolida posição

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O meia Paulo Henrique Ganso foi o jogador do São Paulo mais festejado depois da vitória por 3 a 2 sobre o Ituano, já que marcou o último gol do confronto, na noite de sábado. No entanto, discretamente, Jadson deu mais um passo para se consolidar entre os titulares do clube.

Afinal, em cobrança de falta no segundo tempo, o meia marcou o segundo gol da partida e chegou aos cinco na temporada, transformando-se no artilheiro do Tricolor em 2013, superando até mesmo o centroavante Luis Fabiano, que balançou as redes quatro vezes. A atuação rendeu mais elogios do técnico Ney Franco.

“O Jadson fez toda a pré-temporada como titular, em alguns momentos com o Ganso junto, mas não tive nenhuma dúvida em relação a ele. Está jogando, fazendo gols e dando assistências. É um jogador de muita qualidade e a tendência é evoluir, assim como toda a equipe”, afirmou o treinador.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Meia Jadson marcou cinco gols no ano e é titular na equipe do técnico Ney Franco
Diante da boa fase do meia, Ney Franco vem encontrando dificuldade para achar um lugar para Paulo Henrique Ganso, que atua no mesmo setor do camisa 10. Como não cogita tirar Jadson do time, o técnico se esforça para encontrar uma forma de os dois atuarem ao mesmo tempo.

O número de opções deixa o goleiro Rogério Ceni animado. Fã declarado de Ganso, o capitão elogia também os outros atletas disponíveis para a armação das jogadas do São Paulo.

“Nós nos lembramos de quanto tempo o São Paulo ficou sem meia, depois da saída do Danilo (hoje no Corinthians). Precisava improvisar e achar formas de jogar. Agora, temos Jadson e Ganso. Se precisarmos, também temos Maicon e Cañete”, enalteceu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade