Tênis/Aberto do Brasil - ( - Atualizado )

Almagro sofre, mas estreia com vitória; Juan Monaco é surpreendido

São Paulo (SP)

Tricampeão do Brasil Open, Nicolás Almagro teve mais dificuldades que o esperado no início da defesa do título da competição, disputada no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo. Nesta quinta, o espanhol precisou de três sets para vencer o quali chileno Paul Capdeville, parciais de 6/4, 6/7(3-7) e 6/2.

Segundo cabeça-de-chave do torneio e número 11 do mundo, Almagro enfrenta agora o vencedor do confronto argentino entre Guido Pella e David Nalbandian, que se enfrentam ainda nesta quinta-feira. A programação do torneio teve que ser alterada devido à interdição da quadra dois do Ginásio do Ibirapuera, após reclamações dos tenistas sobre a condição do saibro, prejudicado por goteiras no local.

Outro favorito a estrear nesta quinta, o argentino Juan Mónaco voltou a decepcionar e foi eliminado pelo italiano Simone Bolelli, modesto 80º colocado do ranking mundial da ATP, por 2 sets a 0, parciais de 7/5 e 6/2. Bolelli aguarda a definição do confronto espanhol entre Pablo Andújar e Albert Montañés para saber quem enfrenta nas quartas de final.

É a terceira vez que o número 15 do mundo é eliminado precocemente em duas participações no circuito em 2013, já que caiu na primeira rodada do Aberto da Austrália e em sua primeira partida no ATP 250 de Viña del Mar.

Compatriota de Mónaco, Carlos Berlocq teve mais sorte que o companheiro de Copa Davis e eliminou o espanhol Albert Ramos em dois sets, parciais de 7/6(9-7) e 6/4. O número 78 do mundo espera agora a definição do confronto entre o principal favorito ao título, Rafael Nadal, e o brasileiro João “Feijão” Souza, que duelam na noite desta quinta.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade