Tênis/Copa Davis - ( - Atualizado )

Cazaquistão vai às quartas e pega atual campeã República Tcheca

Astana (Cazaquistão)

Neste domingo, o Cazaquistão garantiu sua classificação para as quartas de final do Grupo Mundial da Copa Davis. Jurgen Melzer manteve a má-fase e foi um dos grandes responsáveis pela eliminação da Áustria. O número 30 do mundo, que já havia perdido a segunda partida de simples da série para Evgeny Korolev, foi derrotado novamente nesta manhã, desta vez por Andrey Golubev, e viu o time cazaque fazer 3 a 1, sacramentando o avanço. Melzer foi derrotado por 3 sets a 1, com parciais de 6/4, 3/6, 4/6 e 2/6.

Foi apenas a segunda vez na história da Copa Davis que o Cazaquistão consegue se classificar para as quartas de final do Grupo Mundial. Desde 1995 que o país disputa a competição como nação independente, mas só disputaram o Grupo Mundial a partir de 2011.

A caminhada para o triunfo do Cazaquistão começou na sexta-feira, quando Andrey Golubev bateu Andreas Haider-Maurer por 3 a 0 e Korolev bateu Melzer. Os resultados deram uma vantagem de 2 a 0 para a equipe cazaque. No dia seguinte, no jogo de duplas, Alexander Peya e seu parceiro Julian Knowle superaram Golubev e Yuri Schukin e mantiveram o time austríaco com chance de classificação.

O adversário do Cazaquistão na próxima fase será a República Tcheca, atual campeã da Davis, que fez o terceiro ponto e eliminou a Suíça. O confronto está com placar de 3 a 1. O responsável por selar a classificação tcheca neste domingo foi Tomas Berdych, que superou Stanislas Wawrinka, vencendo o jogo por 3 sets a 1, com 6/3, 6/4, 3/6 e 7/6 (7-5). Com a vitória da República Tcheca, o duelo das quartas de final será no Cazaquistão.

AFP
Atuais campeões da Copa Davis, os tchecos terão que bater o Cazaquistão, fora de casa, para irem às semis

França 'varre' Israel - Com a classificação para as quartas de final já garantida no sábado, a França somente entou em quadra para fechar o confronto e aplicou 5 a 0 sobre o time israelense. Neste domingo, Michael Llodra derrotou Noam Okun, com parciais de 6/3 e 7/6 (7-5), e Richard Gasquet bateu Amir Weintraub por 6/4 e 6/3, selando a 'goleada' francesa.

Na próxima fase, a França vai medir forças contra a Argentina, que superou a Alemanha. Será a sexta vez que franceses e argentinos se encontram na Copa Davis. Nas cinco oportunidades anteriores, em todas os europeus saíram vitoriosos. Nas semifinais de 2010, última vez que os dois países se cruzaram, a Argentina não conseguiu vencer nem uma única partida.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade