Tênis/Aberto do Brasil - ( - Atualizado )

De virada, Soares e Peya garantem o título nas duplas do Brasil Open

São Paulo (SP)

O brasileiro Bruno Soares segue batendo recordes e trilhando o caminho para ser um dos maiores duplistas da história do tênis brasileiro. Neste domingo, Soares fez a festa da torcida presente no Ginásio do Ibirapuera ao garantir o tricampeonato inédito do Brasil Open ao lado do parceiro austríaco Alexander Peya. A partida terminou com parciais de 6/7 (5-7), 6/2 e 10-7.

A conquista, no entanto, veio de maneira dramática. Adversários de Bruno e Peya na decisão, o tcheco Frantisek Cermak e o eslovaco Michal Mertinak dificultaram a vida da dupla. Ignorando a força vinda das arquibancadas do Ibirapuera, os dois levaram o primeiro set após equilibrado tie-break, decidido em 7-5.

Precisando da vitória na segunda parcial para seguir com chances de título, Bruno e Peya conseguiram duas quebras para fazer 6/2 e levar a decisão do título para o terceiro set. Após abrirem 9-3 e dar mostras de que garantiriam o troféu sem dificuldades, os dois viram Mertinak e Cermak devolverem uma quebra e encostarem em 9-7. Confirmando o saque, porém, Peya acabou com o nervosismo que rondava o Ibirapuera e garantiu o título.

A conquista, a sétima seguida de Bruno Soares, é a terceira na competição brasileira. Atuando ao lado de três parceiros diferentes, Soares levantou também o troféu nas edições de 2011 e 2012 do torneio. Ele é o primeiro a conseguir o feito em doze anos que a competição é realizada.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Ao lado do terceiro parceiro diferente, Soares garantiu o tri e tornou-se o maior campeão nas duplas do Brasil Open

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade