Tênis/Bastidores - ( - Atualizado )

Nadal contesta regra e ATP: “Se preocupam pouco com os jogadores”

Bruno Ceccon São Paulo (SP)

Apontado como um dos melhores jogadores da história no saibro, Rafael Nadal criticou a Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) pela quantidade de torneios em quadras duras, mais prejudiciais para o físico dos tenistas. O espanhol ainda reclamou asperamente da regra que determina um intervalo de 25 segundos entre os pontos.

“As quadras duras são mais agressivas para todas as articulações, tornozelo, joelho, costas. Isso não é um tema para os jogadores, mas sim para os médicos. Infelizmente, não acho que será possível uma mudança na minha geração. Acredito que a ATP deve pensar em como aumentar a carreira dos tenistas”, declarou.

Afetado por um problema crônico nos joelhos, Nadal passou sete meses afastado do Circuito. Com a quantidade de torneios em quadra dura, ele diz temer não apenas pela longevidade de sua carreira, mas também pelas condições físicas ao encerrar a trajetória como tenista profissional.

“Não imagino um jogador de futebol jogando no cimento. O tênis é o único esporte que comete esse erro. A ATP se preocupa muito pouco com os jogadores. Gostaria de continuar jogando tênis e futebol por diversão com os amigos depois de encerrar a carreira, mas, com esse tipo de quadra, não sei se vou conseguir”, declarou.

Com o objetivo de aumentar a velocidade dos jogos, a entidade criticada por Nadal determinou que os árbitros cobrem com rigor dos jogadores um máximo de 25 segundos entre cada ponto durante a partida. Conhecido por prolongar o intervalo com seus rituais antes de sacar, o espanhol contesta a medida.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Rafael Nadal criticou a ATP e descartou a possibilidade de tentar mudar seu estilo de jogo para diminuir o impacto
“As regras devem ser feitas para melhorar o esporte, e não para piorá-lo. Dentro do vestiário, os jogadores não estão contentes com essa regra. Esperamos que ela seja modificada e que o árbitro possa interpretar quando é necessário ou não respeitar os 25 segundos”, afirmou.

O rigor cobrado pela ATP no intervalo entre os pontos agradou a alguns treinadores na medida em que beneficia os tenistas com melhor preparação física. Nadal discorda da tese e prevê que os jogos mais extensos serão comprometidos pela regra dos 25 segundos.

“O público gosta de ver pontos disputados e longos ralis. Para jogar uma partida de 4 horas de duração em boas condições, 25 segundos não são suficientes. Se a ATP quiser um esporte só de velocidade, sem estratégia, tática e ralis, a regra é boa. Se quiser grandes jogos com pontos espetaculares, não”, declarou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade