Tênis/Bastidores - ( - Atualizado )

Nadal não acredita no primeiro lugar do ranking mundial em 2013

Acapulco (México)

Número 1 do mundo até junho de 2011, Rafael Nadal brigou para voltar à ponta do ranking até o meio do ano passado, quando machucou o joelho e foi obrigado a ficar longe das quadras por quase oito meses. No entanto, de volta às competições e quinto na classificação geral da ATP, o tenista não acredita que conseguirá retornar ao topo em 2013.

“Venho de uma etapa complicada, estou voltando. Hoje, não acho que seja possível lutar pelo número 1. É um ano de transição e precaução para que a lesão se cure 100%. Vou lutar para que seja bom. O ranking não é algo muito importante para mim depois de sete meses em jogar. Minha meta é estar com o joelho 100% e o resto é consequência, para depois pensar em coisas mais ambiciosas”, declarou o atleta ao portal mexicano Record.

Em 2013, Nadal chegou à final do ATP de Viña Del Mar, no Chile, sendo derrotado para o argentino Horacio Zeballos, e foi campeão do Aberto do Brasil, realizado em São Paulo. Apesar dos dois bons resultados, o espanhol ainda sente dores. “A lesão está melhorando. Não está perfeita, porque ainda me incomoda, mas vai por um bom caminho. É um processo lento, é preciso ter paciência nas próximas semanas”.

Nadal volta às quadras nesta quarta-feira, pelo ATP de Acapulco, no México. No torneio, o jogador é o cabeça de chave número 2 e enfrentará na primeira rodada o quali argentino Diego Sebastian Schwartzman. Do outro lado da chave está seu compatriota David Ferrer, melhor cotado para o título e que recebeu elogios de Nadal. “Ele fez uma grande temporada, merece estar aí. É uma grande pessoa, um tenista incrível com muitos valores e que sempre busca melhorar em sua carreira”, concluiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade