Futebol/Copa Libertadores - ( )

Aloísio aposta no porte físico para suportar pancadas argentinas

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Oito centímetros mais baixo do que Luis Fabiano, Aloísio compensa na força a altura não muito privilegiada de 1,77m. Confirmado como substituto do camisa 9, que está suspenso por ter sido expulso, o centroavante de 83kg (dois a menos do que o dono da posição) aposta na força para suportar a marcação argentina do Arsenal, na quinta-feira.

"Os zagueiros vão incomodar, com certeza. Mas não tem problema. Sei que vou receber provocações, e aqui no Paulista também recebo algumas pancadas, não por querer ou maldosas. Mas estou preparado, tenho corpo para segurar essas pancadas", avisou o Boi Bandido.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Camisa 19 são-paulino compensa no avantajado porte físico de 83kg a altura não muito privilegiada
A necessidade mútua de vitória também pode ajudá-lo. Último colocado do grupo, com apenas um ponto, o Arsenal não deve se fechar tanto quanto se fechou no Pacaembu, no empate por 1 a 1, na semana passada, oferecendo assim mais espaços aos homens de frente do time brasileiro.

"Conversamos um pouco sobre isso. Vão ter que sair mais para o ataque. Aqui eles ficaram um pouco atrás e dificultaram bastante, levaram perigo (apenas) em contra-ataques", espera Aloísio, sem nem cogitar um revés.

"Nosso único pensamento é trazer três pontos da Argentina. Com certeza, precisamos nos doar um pouco mais para trazer essa vitória, mas a derrota não passa pela cabeça. Nem pela minha nem pela dos meus companheiros", concluiu o camisa 19.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade