Futebol/Campeonato Paraense - ( )

Após empate, Paysandu é ‘ameaçado’ pela Tuna: “Precisamos nos impor”

Belém (PA)

No dia seguinte ao empate por 1 a 1 diante do Cametá, o Paysandu voltou aos trabalhos na Curuzu e já virou o foco para o próximo sábado, quando recebe a Tuna Luso para um clássico válido pela sexta rodada do segundo turno do Campeonato Paraense. Se Lecheva preferiu não lamentar a igualdade diante dos vice-lanternas do Estadual, Cacaio, comandante do próximo adversário, deixou clara sua posição.

“Estamos com nove pontos, empatados com todo mundo, então mais um empate não nos ajuda na tabela. Temos que jogar contra o Paysandu pensando em vencer, é só o que nos interessa, não há alternativa. Precisamos nos impor, já que é clássico”, afirmou Cacaio, logo na saída de campo da vitória de sua Tuna Luso contra o São Francisco, que ainda não somou nenhum ponto na Taça Estado do Pará.

Última colocada no primeiro turno, a Tuna Luso sonha com uma vaga que o Papão já tem – na grande final do Campeonato Paraense, disputada pelos campeões dos dois turnos. Com 11 pontos somados, o Paysandu ocupa também a liderança do complemento do torneio, seguido de perto pelos rivais lusitanos e também pelo Remo e pelo Santa Cruz, time do veterano Fumagalli.

Para encarar a Tuna Luso, o Paysandu não conta com Zé Carlos, Rodrigo Alvim e Lineker, todos lesionados. A provável escalação do técnico Lecheva é a seguinte: Paulo Wanzeler; Yago Pikachu, Raul, Diego Bispo e Brayan; Ricardo Capanema, Vanderson, Djalma e Eduardo Ramos; João Neto e Iarley.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade