Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Após romper com Mancha, Verdão culpa chuva por público ruim em casa

William Correia São Paulo (SP)

O jogo dessa quinta-feira, contra o Paulista, só aconteceu no Pacaembu porque o Palmeiras convenceu a Federação Paulista de Futebol (FPF) a adiá-lo para não mandá-lo na Arena Barueri. O público, porém, foi decepcionante, com 5.301 pagantes. Mas o clube prefere culpar o clima da cidade em vez de relacionar o fato ao rompimento de relações com a Mancha Alviverde.

“Uma quinta-feira à noite, com chuva... É complicado”, comentou Fernando Prass. “Em São Paulo, com esse período de chuva, acaba vindo pouco público”, concordou Márcio Araújo, assumindo uma postura que parece ser coletiva para minimizar qualquer influência da organizada.

Paulo Nobre, por exemplo, não parece mais disposto a falar do assunto. Mesmo após a uniformizada chamá-lo de iludido, covarde e oportunista ao se recusar a dar ingressos para jogos fora do Brasil ou vendê-los na sede da torcida – a medida foi uma resposta à tentativa de agressão em aeroporto de Buenos Aires na semana passada. O presidente saiu do Pacaembu nessa quinta-feira com seu assessor de imprensa informando que não daria entrevista, e a diretoria não se manifestou oficialmente após o comunicado da Mancha.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Mascote do Palmeiras teve poucos torcedores para saudar na vitória dessa no Pacaembu
A organizada esteve presente diante do Paulista, e pôde ser ouvida somente com gritos de apoio à equipe. Tanto os membros da Mancha como os outros torcedores, com exceção de alguns presentes principalmente na área VIP, trocaram os incentivos por vaias apenas na parte final do confronto, já que o time sofreu para vencer por 2 a 1 mesmo jogando quase todo o segundo tempo com dois jogadores a mais.

Ficou mais marcado o público pequeno. Foi o segundo pior em jogos do Verdão como mandante no ano, ficando atrás só dos 3.709 pagantes na vitória sobre o São Bernardo, pela quarta rodada do Estadual. Na tentativa de atrair mais torcedores, o clube já anunciou que na partida desta quarta-feira, contra o Botafogo, estão mantidos os preços reduzidos, com ingressos que custam de R$ 20 a R$ 120.

Os jogadores, contudo, sabem que precisam fazer sua parte para ter mais gente no estádio. “Nossa fase também tem que ajudar. Estamos nos aproximando das fases finais das competições. É bom estarmos bem preparados para trazer o torcedor para o nosso lado”, comentou Márcio Araújo.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade