Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Após vitória, Kleina leva ovada no vestiário por seu aniversário

William Correia São Paulo (SP)

Há três dias, o Palmeiras perdia por 6 a 2 para o Mirassol e voltava de ônibus para a capital com jogadores, segundo relatos deles mesmos, sem conseguir dormir. Neste sábado, porém, os vestiários foram dominados por alegria, a ponto de Gilson Kleina ter recebido ovada.

O técnico completa 45 anos de idade e ainda no campo recebeu intenso abraço de quase todos os seus comandados que estavam em campo após Marcelo Oliveira, que fez aniversário nessa sexta-feira, salvar a má atuação do time e desviar de cabeça uma cobrança de falta cobrada por Souza, definindo a vitória por 2 a 1 sobre o Linense.

Nos vestiários, os atletas se reuniram para arremessar ovos na cabeça do chefe. “Comemoramos com muito ovo o aniversário dele”, contou Souza, dizendo que a iniciativa de sujar o treinador foi coletiva. “Foi todo mundo, né? O que importa é a comemoração, alegria.”

A celebração ficou clara em fotos veiculadas no site oficial do clube, com Gilson Kleina sujo de farinha e ovos posando com largos sorrisos e estendendo o dedão abraçado ao presidente Paulo Nobre, que gargalha ao lado do técnico, três dias depois da humilhação do time em Mirassol.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Treinador vibrou com a vitória sobre o Linense, com gol no último minuto, e foi festejado por seus comandados
A ‘vítima’ da brincadeira falou do assunto abrindo um sorriso, até fazendo graça sobre uma possível punição. “Então, rapaz. Vamos conversar... Armaram uma casinha para mim. Mas hoje está valendo”, celebrou Kleina.

A comemoração em campo já tinha sido suficiente para o chefe se contentar com o apoio dos atletas. “O abraço foi pelo aniversário mesmo. Inclusive tomei uns tapas na cabeça, porque preciso ver quem foi. Fico feliz por quem estava torcendo por mim.”

A atitude festiva serve até como prova de que a goleada em Mirassol faz parte do passado, como tantos discursaram os jogadores. Mas o foco, nas palavras deles, está no decisivo duelo contra o Tigre, pela Libertadores. “Agora temos que pensar no jogo de terça-feira”, disse Souza, fechando o sorriso que abria ao falar da ovada em Kleina.

Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade